Redes Sociais

Cidades

PM afirma que motorista de carro partido ao meio não tinha habilitação

O menino de um ano que estava no carro com os pais continua internado em estado grave no Hospital de Base de Rio Preto

Publicado há

em

O menino de um ano que estava no carro com os pais, mortos em grave acidente em uma vicinal, entre Votuporanga e Valentim Gentil, continua internado em estado grave no Hospital de Base de Rio Preto. A batida foi na tarde de domingo (dia 14) e segundo informações da polícia, Bruno Henrique Espinosa Costa Franco, de 18 anos, não tinha habilitação. O motorista seguia com a família em um fusca pela vicinal quando bateu de frente com um Explorer, cor preta, que seguia no sentido contrário. O fusco ficou partido ao meio. Franco e a mulher dele, Nayara Penques, 17, morreram no local da batida. Os dois passageiros do fusca, entre eles o menino, foram levados pelos bombeiros à Santa Casa de Votuporanga. Os ocupantes do Explorer passam bem. Por meio de nota, a assessoria de imprensa do hospital informou que ambos foram encaminhados em estado grave ao HB. Peritos da Polícia Científica de Votuporanga estiveram no local para apurar as causas do acidente. 

AS 10 MAIS LIDAS