Redes Sociais

Cidades

Agentes penitenciários entram de greve em Rio Preto

Entre as reivindicações estão o pagamento de bônus salarial, a retirada de processos disciplinares contra agentes e a reposição de 7% da inflação.

Publicado há

em

Agentes penitenciários do Centro de Detenção Provisória (CDP), Centro de Progressão Penitenciária (CPP) e Centro de Ressocialização Feminino (CRF) cruzaram os braços na manhã desta segunda-feira (dia 20), em Rio Preto. A greve é em todo o estado de São Paulo porque, segundo o Sindicato dos Agentes Penitenciários de São Paulo (Sindasp), o Governo Estadual não teria cumprido um acordo firmado com a categoria no ano passado. Entre as reivindicações estão o pagamento de bônus salarial, a retirada de processos disciplinares contra agentes e a reposição de 7% da inflação. Devido à greve, as transferências de presos, audiências em fóruns, banhos de sol e visitas de advogados foram suspensas.

Greve dos médicos

O Sindicato dos Médicos de Rio Preto suspendeu a greve de médicos na rede municipal após audiência de conciliação realizada na sexta-feira (dia 17), no Tribunal de Justiça (TJ), na Capital. Grupo de médicos cruzaram os braços no dia 13 deste mês, entretanto a paralisação foi suspensa pela Justiça. Agora a Prefeitura tem de apresentar proposta para a categoria até o dia 17 de agosto. 

AS 10 MAIS LIDAS