Redes Sociais

Cidades

Comércio de Rio Preto fecha em alta em vários setores

Lojas ‘respiram’ um pouco mais aliviadas em maio graças ao movimento do Dia das Mães e mudança de estação

Publicado há

em

Enquanto a maioria do comércio do país fechou o bimestre em baixa, Rio Preto se mostrou uma cidade atípica mais uma vez. De acordo com pesquisa realizada pelo Sincomercio (Sindicato do Comércio Varejista), o mês de maio fechou com alta de 0,76% em comparação a abril. Esse aumento se deu justamente por conta do Dia das Mães e a mudança na estação. Mesmo o comércio tendo fechado o mês de maio positivo, a pesquisa mostrou que o comércio ainda está sofrendo com a crise, e se mostra ainda inconstante. Em abril, o resultado da pesquisa fechou negativo, em março positivo e em fevereiro também negativo. E esse novo resultado continua mostrando a tendência local de sobe e desce.

O setor do comércio que mais ajudou a puxar a alta foi o de vestuário, tecidos e calçados com 17,38% em comparação ao mês de abril, já no acumulado do ano, de janeiro a maio, esse setor fechou em 5,49%. Outro setor que fechou positivo e se beneficiou muito com o Dia das Mães, foi o de eletrodomésticos e eletroeletrônicos, com alta de 5,53% em maio, na comparação com abril.

As concessionárias de veículos, que passaram por um período complicado no início do ano, tiveram a segunda maior alta no mês, e fecharam em 7,22%, o que ajudou o setor a se recuperar um pouco, lembrando que em abril, as vendas deste setor tiveram a segunda maior queda entre os oito grupos analisados (-16,77%) e o acumulado do ano era de – 2,53%. E agora, com o bom resultado de maio, o acumulado fechou em – 0,5%.

A pesquisa também mostrou que outros setores como o de supermercados, lojas de móveis e decoração, e lojas de materiais de construção, ainda continuam com dificuldades. O setor de lojas de material de construção, por exemplo, fechou com o pior desempenho no bimestre com – 12,11%.

No ano, de janeiro a maio, o setor com o pior desempenho foi o de móveis e decorações, com o acumulado de – 8,61% nas vendas, agravado pelo desempenho negativo de 4,83% em maio em relação a abril.

Apesar dos altos e baixos comprovados pelas últimas pesquisas, Ricardo Arroyo, presidente do Sincomercio ainda aposta num período estável do comércio. “A recessão econômica ainda irá continuar, mas, como Rio Preto é uma cidade atípica, acreditamos que o comércio estabilize até o final do ano, e volte a crescer com mais vigor, no início do ano que vem.”

AS 10 MAIS LIDAS