Redes Sociais

Cidades

Preços de vinho e massas estão mais caros no inverno

Devido à elevação dos preços destes dois itens, Associação Paulista de Supermercados (Apas) orienta consumidor a pesquisar antes da compra

Publicado há

em

O inverno é a época em que o aumento do consumo de vinhos se destaca com relação aos outros meses do ano. Isso se deve ao fato de os brasileiros relacionarem a estação com a bebida, que também favorece a harmonização com pratos mais encorpados,
como as massas.

 Apesar de o clima estimular o consumo desses produtos, é preciso fi car atento na hora da compra e pesquisar os preços. De acordo com a Associação Paulista de Supermercados (Apas) os preços das bebidas alcoólicas fi caram mais caros em maio, com variação de (0,03%), impulsionados pelo vinho (0,45%). Em 12 meses a subida nos preços do vinho foi de 6,78%, e no acumulado de janeiro a maio a alta nos preços é de 5,28%.

Já as massas, outro destaque da estação e que entram na categoria “industrializados”, tiveram alta de 0,54%.  Segundo o economista Rodrigo Mariano, gerente do departamento de Economia e Pesquisa da Apas, a variação esteve relacionada ao aumento nos preços de macarrão (0,21%) e macarrão instantâneo (2,42%), influenciados pela alta nos preços da farinha de trigo e óleos, ingredientes básicos das massas e da energia elétrica, utilizado para a produção.

Entretanto, nos últimos 12 meses a categoria de produtos industrializados foi a que manteve mais estabilidade, mesmo com um aumento de 4,67% no mês de maio, registrando
variação abaixo da média do Índice de Preços dos Supermercados (6,63%). A Apas representa o setor supermercadista no Estado de São Paulo e busca integrar toda a cadeia de abastecimento. A entidade tem 1.260 associados, que somam mais de 2.830 lojas.
 

AS 10 MAIS LIDAS