Redes Sociais

Cidades

Empresários de Rio Preto apostam no e-commerce para alavancar as vendas

Além de não precisar obrigatoriamente de ambiente físico, modalidade de negócio tem a inadimplência zero como uma das principais vantagens

Publicado há

em

Empresários investem cada vez mais no comércio eletrônico como um novo nicho de mercado. No Brasil, o setor de e-commerce faturou R$ 18,6 bilhões no primeiro semestre de 2015, crescimento nominal de 16% na comparação com o mesmo período de 2014, quando se faturou R$ 16,1 bilhões, segundo relatório da E-bit/Buscapé.

Em tempos de crise, uma das principais vantagens do e-commerce é a inadimplência zero porque as vendas são feitas por cartão de crédito ou boleto bancário, sempre à vista. Pensando nestas vantagens, o empresário Leandro Marcato lançou no mercado nacional a venda de móveis e objetos de decoração pela internet. Ele convidou designers brasileiros para desenharam as coleções, sempre apostando na praticidade. Prova disso, a empresa Veromobili foi destaque na Design Weekend, umas das feiras de design mais conceituadas da América Latina, que aconteceu na semana passada em São Paulo.

“Lançaremos móveis com tiragem única de 20 modelos, o que já é uma inovação no mercado”, afirma Leandro, que é da terceira geração da família Marcato no segmento moveleiro. Tudo começou em 1950 com uma pequena fábrica em Cedral. Atualmente, além da indústria, a família possui uma loja em Rio Preto e mais quatro outras espalhadas pelo Brasil.

Já o empresário Paulo Yossimi viu na venda de ingressos pela internet uma grande oportunidade de negócio. “As pessoas têm cada vez mais compromissos e menos tempo para se deslocar para fazer compras. Hoje, a pessoa entra no site, vê quais os shows e eventos que vão acontecer na cidade e já compra ali mesmo, sem ter trabalho nenhum e nem perder tempo. Todo procedimento é muito prático e seguro”, afirma ele.

 

Negócio inovador

As empresárias Ana Paula Casseb e Bárbara Brunca também usam o e-commerce para alavancar as vendas da Dress4You Atelier, empresa de Rio Preto que é especializada em aluguel de roupas de grife em todo o país. O negócio, que teve investimento total de R$150 mil, tem como público alvo mulheres de classes média e alta, entre 16 e 50 anos. “Chegamos ao nosso ponto de equilíbrio ainda no ano passado e pretendemos aumentar o faturamento em 50% neste ano”, afirma Ana Paula. O Dress4You Atelier disponibiliza peças de estilistas e marcas famosas, como Pynablu, Trinitá, Jodri, Lita Mortari, Iorane, Herve Leger entre outros.

“Investimos em ferramentas já tradicionais nos Estados Unidos, onde há lojas como a nossa. Alimentamos o nosso site frequentemente para que pessoas de todo o Brasil possam acessar os nossos serviços com facilidade”, explica Barbara. O mecanismo para navegar no site é simples: basta preencher um cadastro, criar um login e depois escolher o modelo mais adequado para a ocasião. Além do e-commerce, a empresa conta com ambiente físico com projeto arquitetônico sofisticado e intimista, oferecendo atendimento privativo. Para visitar o local é necessário agendar horário previamente, pois todo o processo é personalizado.

 

Educação também na mira do e-commerce

A área da educação também não ficou de fora do ‘boom’ do e-commerce. Felipe Lopes Costa, diretor e sócio da Rio Preto Concursos, que trabalha hoje com as franquias Curso FMB e EJUFE, afirma que a empresa faz venda de cursos pela internet, que vão desde preparatórios para concursos jurídicos, fiscais, policiais e bancários, até cursos de atualização jurídica e preparatórios para Exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

Segundo ele, no caso dos cursos preparatórios o e-commerce ajuda a alavancar as vendas porque facilita para quem mora longe da escola ou em cidades vizinhas ou mesmo quem não tem o tempo necessário para frequentar os cursos em sala de aula e precisam dessa flexibilidade de horários para montar seu próprio cronograma. “O e-commerce é de extrema importância no mercado de concursos e vem crescendo cada dia mais, pois é um facilitador para os estudantes que podem ter aulas com os melhores professores do país, sem sair de casa”, afirma ele, enfatizando ainda que o ‘segredo’ para o sucesso, além de cursos de qualidade e excelentes índices de aprovação em concursos e exame, é investimentos em divulgação. No ramo de concursos a divulgação tem de ser ainda maior nessas épocas de crise, tendo em vista que as pessoas estão em busca de estabilidade, o que o concurso público pode oferecer. Mesmo que o salário venha a ser menor que o que recebe na iniciativa privada”, que não abre mão também da divulgação nas redes sociais.

AS 10 MAIS LIDAS