Redes Sociais

Cidades

Justiça determina prisão de médico acusado de homicídio em Fernandópolis

Luiz Henrique Semeghini é acusado de matar sua esposa, Simone Maldonado, com sete tiros em outubro de 2000; Em 2008, o acusado chegou a ser condenado pelo tribunal do júri, mas a decisão foi suspensa

Publicado há

em

O médico Luiz Henrique Semeghini, acusado de matar sua esposa em outubro de 2000 com sete tiros, foi preso na manhã de hoje, em Fernandópolis. Ele estava atendendo em sua clínica quando foi detido por policiais militares que cumpriam a determinação expedida  pelo juiz da Vara do Júri, Vinicius Castrequini Bufulin. Mesmo sendo réu confesso, o médico respondia pelo crime de homicídio em liberdade.

Entenda o caso

No dia 15 de outubro de 2000, pouco depois das 6h o casal retornava de um evento quando tiveram uma forte discussão. Momentos após o desentendimento, Simone Maldonado, na época com 35 anos, já estava deitada, quando foi atingida por sete tiros disparados pelo médico. Três tiros atingiram o queixo e quatro o estômago da vítima, que teve morte instantânea.

Em 2008, o acusado chegou a ser condenado pelo tribunal do júri, mas a decisão foi suspensa. Desde então Semeghini, aguardava o segundo julgamento, em liberdade. 

AS 10 MAIS LIDAS