Redes Sociais

Cidades

Maioria dos bancos de Rio Preto fecha autoatendimento às 17h

Agências do Bradesco, Itaú e Caixa Econômica Federal contrariam lei sancionada pelo prefeito Valdomiro Lopes e decisão liminar da Justiça que determina o autoatendimento à noite. Santander e HSBC continuam funcionando normalmente até às 22h

Publicado há

em

Maioria dos bancos de Rio Preto fecha o autoatendimento nos caixas eletrônicos às 17h. Clientes do Bradesco, Itaú e Caixa Econômica Federal foram surpreendidos com uma aviso na entrada das agências informando que o funcionamento dos caixas eletrônicos, a partir desta segunda-feira (dia 17), passa a ser das 6h às 17h. Já as agências do Santander (na avenida Brigadeiro Faria Lima e avenida Bady Bassitt) e HSBC (também na Bady Bassitt), como constatou a equipe de reportagem da Gazeta de Rio Preto, continuam com o autoatendimento, normalmente, das 6h às 22h. O fechamento dos caixas eletrônicos às 17h contraria a lei sancionada pelo prefeito de Rio Preto, Valdomiro Lopes (PSB), e também a decisão liminar da Justiça que determina o autoatendimento à noite. No meio da polêmica, a população reclama do fechamento às 17h com o argumento de que não terá acesso aos serviços por causa do horário restrito. “Os caixas eletrônicos fechando às 17h complica a vida de quem trabalha até às 18h. A população fica neste impasse e é a mais prejudicada. Um absurdo”, disse a vendedora Carlos Soares Campos, 34 anos, moradora da Vila Itália. 

Sobre a lei sancionada

Valdomiro sancionou na última quinta-feira (dia 13) a lei de autoria do vereador José Carlos Marinho (PSB) que obriga agências bancárias que contam com caixas eletrônicos a manterem o autoatendimento das 6h às 22 horas diariamente, inclusive aos sábados, domingos e feriados. O prefeito defendeu ainda que os terminais de autoatendimento permaneçam abertos por um período ainda maior. “Preciso deixar claro que sou a favor que os bancos funcionem 24 horas. Só sancionei essa lei até as 22 horas porque é uma opção que temos hoje. Uma emergência na vida de uma pessoa, uma família de uma pessoa ninguém prevê, então acho que os bancos devem ficar abertos 24 horas”, afirmou o prefeito de Rio Preto.

A Procuradoria Geral do Município se amparou em decisão do Tribunal de Justiça para validar a norma. O projeto de Marinho impede o fechamento de caixas às 17 horas, já que os bancos pretendiam abrir os setores de autoatendimento apenas no horário comercial (das 8h às 17h) caso fossem obrigados a manter segurança armada 24 horas nas agências, como determinava a lei da vereadora Alessandra Trigo, e que já rendeu mais de R$ 13 milhões em multas aos cofres públicos. (Colaborou Thiago Passos)

 

 

AS 10 MAIS LIDAS