Redes Sociais

Cidades

Milhares de pessoas participam nesta quarta-feira da tradicional Romaria de Castores

Distância entre Rio Preto e Onda Verde é de cerca de 20 quilômetros

Publicado há

em

Uma das manifestações de fé mais tradicionais da Região Noroeste Paulista será realizada nesta quarta-feira (05): a Romaria de Castores, em Onda Verde. Cerca de 40 mil fiéis de toda a região são esperados nesta celebração, que este ano completa 106 anos. A distância percorrida pelos romeiros entre São José do Rio Preto e Onda Verde é de cerca de 20 quilômetros.

A maior parte da caminhada é feita pela rodovia Transbrasiliana (BR-153). Por isso, a Polícia Rodoviária Federal vai reforçar o policiamento para garantir a segurança dessas pessoas e dos motoristas.

As celebrações ocorrem de duas em duas horas até as 17h de quinta-feira, quando o bispo da Diocese de São José do Rio Preto, dom Tomé Ferreira da Silva, volta ao altar para o encerramento. A Novena em preparação para a Festa do Senhor Bom Jesus dos Castores acontece de 28 de julho a 5 de agosto, sempre com um tema e a participação dos padres da diocese. A grandiosa quermesse com diversas barracas de comidas típicas será realizada nos dias 5, a partir das 20h, e no dia 6 de agosto o dia todo. No domingo, dia 9 de agosto, haverá o leilão de gado e de prendas.

O Santuário Diocesano do Senhor Bom Jesus monta todos os anos uma grande estrutura para receber os milhares de fiéis que vão participar da festa. O evento é uma das mais expressivas demonstrações de fé verificadas na Diocese. “É uma história de devoção que começou em 1909. Uma família teve seus pedidos atendidos, e hoje a procissão atrai romeiros de toda a região. Só na quinta são esperadas aproximadamente 50 mil pessoas no Santuário”, diz o padre Alexandre Ferreira, reitor do santuário e também padre de Onda Verde.

Durante os 20 quilômetros de percurso entre Rio Preto e o santuário, voluntários oferecem água e lanches aos romeiros. No percurso serão oferecidos banheiros químicos e quatro viaturas de inspeção de tráfego para percorrer o trecho em companhia dos romeiros. A concessionária irá posicionar ainda dois painéis de mensagens variáveis, com frases alertando os motoristas sobre a existência de pedestres no acostamento. Esses equipamentos serão posicionados em pontos específicos da rodovia.

História

O senhor Tomé Correia de Paiva, por volta de 1900, teve visões em um altar que conservava em sua casa: ali a imagem do Senhor Bom Jesus dos Castores era envolta por uma luz. O sinal foi entendido por ele como o convite a uma missão: construir uma igreja dedicada ao Senhor Bom Jesus. Com a doação do terreno para a igreja, Tomé deu também a permissão para a construção de casas. Nascia o povoado de Castores, marcado pela religiosidade do povo.

 

AS 10 MAIS LIDAS