Redes Sociais

Cidades

Acidente em Paraty mata estudante de Rio Preto

Kênia Diany Garcia, de 22 anos, trabalhava na Hoken e estudava engenharia de produção na Unip

Publicado há

em

O grave acidente envolvendo um ônibus em Paraty, Costa Verde do Rio de Janeiro, matou a estudante de Rio Preto Kênia Diany Garcia, de 22 anos. Ela nasceu em General Salgado, trabalhava na Hoken e estudava engenharia de produção na Unip em Rio Preto. O veículo, com 81 passageiros, tombou na tarde de segunda-feira (dia 6), matando 15 pessoas – número atualizado até a noite de terça-feira (dia 7) – e deixando outros 66 feridos. 

Entre eles, estão Rodrigo Fonn, de 34 anos, Sílvio Rogério Jui, 37 anos, e Cezar Lelis, 27 anos, que têm parentes em Rio Preto. Apesar do susto e o desespero para saber informações de Kênia – que só teve o corpo identificado no início da noite de segunda-feira – tiveram alta do hospital. Segundo a Defesa Civil Municipal, o acidente ocorreu em uma estrada perigosa e inclinada que liga Paraty a Trindade.

O coletivo da empresa Colitur tombou por volta do meio-dia e as causas do acidente ainda estão sendo investigadas pela Polícia Civil. A Prefeitura de Paraty decretou estado de luto no município e agradeceu por meio de notas no facebook as manifestações de solidariedade e o apoio de todos os que se envolveram no atendimento às vítimas do acidente. Informações de feridos também são atualizadas constantemente pela prefeitura na página do facebook.

 

 

 

 

AS 10 MAIS LIDAS