Redes Sociais

Cidades

Alterações no seguro viagem entram em vigor a partir do fim do mês

No dia 25 de setembro turistas ficarão mais protegidos em suas viagens nacionais e internacionais

Publicado há

em

A pessoa resolver viajar. O primeiro passo é escolher um destino bacana, depois um pacote interessante com hotel, translado e comida, tudo certo, o pacote foi fechado. Chegando no lugar paradisíaco acontece algum imprevisto e mesmo com todo o planejamento a viagem vai sofrer alterações, nesses casos o melhor é contar com um bom seguro viagem. Mas será que o consumidor sabe exatamente como esse seguro pode ser utilizado e qual a sua cobertura? A ausência de regras específicas sobre o seguro viagem e suas coberturas sempre gerou transtornos para seus consumidores. Muita gente contratava o seguro, mas não sabia exatamente quais serviços eram cobertos em sua apólice, resultado? Muitos turistas tinham surpresas desagradáveis ao descobrir que o tipo de seguro contratado não oferecia proteção e muito menos cobria os gastos. “No modelo atual do seguro viagem a seguradora só tem obrigatoriedade de ofertar planos que cubram invalidez por acidente ou morte, os outros benefícios são opcionais, podem ou não ser incluídos na apólice”, afirma Carlos Alexandre Gomes, diretor executivo da San Martin Franchising, franquia de seguros.

Porém, a partir do dia 25 de setembro entrará em vigor um novo pacote da Susep (Superintendência de Seguros Privados), que deverá ser seguido por todas as seguradoras. No novo modelo de seguro viagem, as apólices para passeios em território nacional deverão ofertar pelo menos uma das coberturas básicas (médicas, hospitalares ou odontológica), além da indenização em caso de invalidez ou morte. Já em viagens para o exterior, as seguradoras devem oferecer obrigatoriamente cobertura como despesas médicas, hospitalares e odontológicas. “Essa mudança afeta de forma positiva as seguradoras, tornando ainda mais claras algumas regras sobre as coberturas solicitadas pelo cliente, evitando assim transtornos no meio de uma viagem”, disse o diretor da San Martin Seguros.

Segundo Gomes, no caso da San Martin, o franqueado também será afetado de forma positiva por essas mudança. “A não obrigatoriedade de algumas regras faziam com que as agências de turismo tivessem preços melhores em determinados pacotes. A partir de agora o “pacote com regras” deve ser comum a todas as seguradoras”. O diretor ainda recomenda que o próprio viajante explique para o seu corretor de seguros qual o tipo de passeio pretende fazer e se existem necessidades especiais.

Se compararmos os custos de atendimento médico no Brasil ou no exterior ao valor de um seguro viagem é baixo. “O custo varia de acordo com a extensão da viagem e tipo de coberturas. Para destinos internacionais o preço varia entre R$9 e R$25,00 por dia, para seguros nacionais o valor vai de R$4 a R$8,00 a diária. Dependendo do destino da viagem o valor pode aumentar devido a contratação de diferentes serviços”, explicou Carlos Alexandre.

AS 10 MAIS LIDAS