Redes Sociais

Cidades

Duas pessoas são detidas por tráfico de entorpecente em Rio Preto

No bairro Vila União, um adolescente, que já tem passagem por porte ilegal de arma de fogo, foi detido com dez pedras de crack; Já no bairro João Paulo II, um mecânico foo flagrado com mai de 100 gramas de entorpecente

Publicado há

em

Duas pessoas, uma delas um adolescente de 15 anos, foram detidas por tráfico de entorpecente nesta terça-feira (dia 6) em Rio Preto. No bairro João Paulo II, um mecânico foi preso após ser flagrado com 118 gramas de entorpecente. Já na Vila União, um adolescente que já tem passagem por porte ilegal de arma de fogo foi detido com dez pedras de crack.

De acordo com a Polícia Militar, durante patrulhamento pelo bairro João Paulo II, policiais avistaram o vendedor G.R.M, 18 anos, andando em um terreno baldio. O acusado, ao avistar a aproximação dos militares, fugiu em direção a sua casa, localizada do lado oposto da rua.

 Policiais entraram na residência e localizaram o vendedor deitado no sofá e, em busca pessoal, nada de ilícito foi encontrado. Ao lado do sofá, policiais localizaram uma lata contendo R$390 em diversas notas, 24 pedras de crack e 11 porções de maconha pronta para serem comercializadas.

Questionado sobre o entorpecente, ele confessou estar traficando pois sua esposa estaria grávida e ele desempregado.

Militares solicitaram apoio do canil e cães farejadores localizaram, no terreno onde o suspeito foi avistado, outras 32 porções de maconha. Porém o rapaz negou que aquele entorpecente encontrado lhe pertencia.

O rapaz foi encaminhado a Central de Flagrantes e transferido ao Centro de Detenção Provisória (CDP) depois de prestar depoimento.

Horas antes, policiais militares flagraram um adolescente 15 anos com dez pedras de crack no bairro Vila União. Na casa do adolescente, próximo ao local da abordagem, PMs encontraram uma motocicleta, uma Honda/CG 150, sem placa de identificação.

Em consulta pelo número do chassi do veículo, foi descoberto que ela tinha queixa de apropriação indébita. O menor, que já tinha por porte ilegal de arma de fogo, foi encaminhado a Central de Flagrantes e está a disposição da Vara da Infância e Juventude.

 

AS 10 MAIS LIDAS