Redes Sociais

Cidades

Empresas rio-pretenses investem em tecnologias para gestão de condomínios

Aumento constante desse tipo de moradia estimula empreendedores a mirarem no setor

Publicado há

em

Os números deixam claro: o setor de condomínio é um filão de mercado. Em Rio Preto, só nos últimos três anos, foram lançadas 7.711 unidades habitacionais verticais, segundo dados do Secovi-SP (Sindicato da Habitação). Falando em condomínios fechados horizontais, o município conta com cerca de 50, de acordo com a Secretaria de Planejamento, e é só andar pela cidade para ver como novos exemplares surgem a cada mês. Diante desse cenário, empresários da cidade têm lançado mão da tecnologia para oferecer soluções de gestão aos administradores desse tipo de moradia– e, com isso, têm também ganhado o mercado de outras regiões.

Uma das pioneiras no ramo, a Proansi, comandada por Lucio Ribeiro, é especializada em tecnologia para a segurança de condomínios. A marca rio-pretense existe há 35 anos, mas há 15 deu foco no segmento. O software de gestão de segurança e o dispositivo de controle de acesso desenvolvidos pela empresa já estão presentes em mais de 270 condomínios – 80 deles localizados em Rio Preto. Os demais estão na região da Grande São Paulo, Ribeirão Preto, Campinas e São Carlos, além dos estados do Rio de Janeiro, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Maranhão, Goiás e Minas Gerais.

Para Ribeiro, o fato de oferecerem uma solução completa para a segurança de condomínios – um ponto crucial nesse tipo de negócio – e de terem foco na qualidade dos produtos explica o sucesso. “Os condomínios buscam equipamentos confiáveis e de fácil utilização e, por desenvolvermos as soluções internamente e conhecermos muito bem o segmento, é isso o que oferecemos”, afirma. “Isso, aliado à nossa rede de revendas e representantes, ampliou significativamente a participação da Proansi nesse mercado nos últimos anos”.

Startup

Movidos pela necessidade que eles mesmos sentiam na pele, três empreendedores criaram recentemente um aplicativo que também mira nesse nicho: o Best Condomínio. “Nós moramos em condomínio e percebíamos que a comunicação entre administração e moradores usava apenas ferramentas ultrapassadas, como cartazes ou comunicados entregues em papel nas portas das casas”, conta Ronaldo Vieira, um dos responsáveis pelo projeto.

O trio – formado por dois empreendedores focados em venda e atendimento e por um proprietário de empresa de desenvolvimento web – decidiu então criar uma startup que trouxesse uma solução tecnológica para essa necessidade. Por meio do app Best Condomínio, é possível propagar comunicados, realizar reserva de salão de festas e outras áreas comuns, fazer download de documentos, postar galeria de fotos, entre outras ações.

E a novidade foi bem recebida pelo mercado: com o app há apenas um mês no ar, o grupo já conquistou 20 clientes, dos quais 5 estão em fase de implantação. “A recepção às nossas visitas tem sido ótima, com interesse imediato do administrador”, afirma Vieira. “Começamos com uma ferramenta enxuta para validar a ideia, mas, agora, já temos a meta de, em um ano, conquistarmos 300 condomínios, incluindo cidades fora de Rio Preto, e de adicionarmos várias outras funcionalidades”.

AS 10 MAIS LIDAS