Redes Sociais

Cidades

Secretaria de Saúde de Rio Preto reforça combate à dengue

Nova equipe será responsável unicamente pelo bloqueio químico com aplicação de inseticida em áreas consideradas de risco para proliferação da doença ou em que já foram registrados casos positivos

Publicado há

em

O trabalho da nova equipe da Secretaria de Saúde de Rio Preto que vai atuar na área de nebulização de inseticida teve início nesta quarta-feira (dia 30). Será mais um reforço na prevenção e combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya. A ação terá início no bairro Santo Antônio, na região Norte. Formada por 12 nebulizadores que vão trabalhar com máquinas de nebulização costais e mais um carro que leva um nebulizador acoplado, a nova equipe, será responsável unicamente pelo bloqueio químico com aplicação de inseticida em áreas consideradas de risco para proliferação da doença ou em que já foram registrados casos positivos.

De acordo com o biólogo e gerente do Departamento de Vigilância Ambiental, Abner Henrique Alves, a nova equipe deverá realizar média diária de 400 visitas a imóveis por dia, enquanto o nebulizador acoplado no carro terá o poder de percorrer 100 quadras por dia.

Os agentes de controle de endemias que antes atuavam na nebulização foram remanejados para as áreas de abrangência das unidades de saúde e vão atuar em campo de forma integrada com os agentes comunitários de saúde. “Essa nova equipe terá uniforme cinza claro, com calça cinza clara e barra preta e vão utilizar crachás da empresa Bump, que foi a contratada via licitação para o serviço. Se o morador tiver qualquer dúvida na identificação do nebulizador, poderá acionar o Disque Dengue para confirmar o nome do profissional e se há nebulização naquele local programada para aquele dia. O serviço pode ser acessado por meio do 0800-7705870”, orienta o biólogo.

Vale ressaltar que antes da nebulização, em qualquer bairro do município, os moradores receberão uma equipe de agentes responsável pelo bloqueio, que consiste na eliminação de qualquer recipiente que possa servir como potencial criadouro do Aedes.

“Nessa primeira ação se elimina a larva, que é o método mais eficaz para eliminar o mosquito. A nebulização é o passo adotado caso o mosquito chegue a fase adulto. Por isso, a vigilância dos próprios moradores em suas casas é de vital importância para o combate ao Aedes”, alerta Abner.

Antes do trabalho em campo, os novos nebulizadores foram capacitados por técnicos da Superintendência de Controle de Endemias (Sucen), órgão da Secretaria de Estado da Saúde e por técnicos da Secretaria de Saúde de São José do Rio Preto. A ação faz parte do Plano de Contingência contra Dengue 2015/2016 e tem por objetivo orientar a população sobre as formas de prevenção da doença. Além dessa ação, a Secretaria de Saúde tem trabalhado de forma ininterrupta, tanto na parte preventiva, com a ação das equipes que realizam vistorias em imóveis especiais, pontos estratégicos e áreas verdes, como no bloqueio e eliminação de criadouros em áreas consideradas críticas.

Denúncias

Denúncias de locais que possam servir de potenciais criadouros do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, podem ser feitas por meio do disque dengue, pelo telefone 0800-7705870. A ligação é gratuita.

AS MAIS LIDAS