Redes Sociais

Cidades

Assalto à joalheira deixa um morto e dois feridos no centro de Rio Preto

Uma bala perdida atingiu um adolescente de 17 anos que estava com o tio no Calçadão na manhã deste sábado, dia 15. Ele morreu ainda no local. Dois agentes da Guarda Civil Municipal (GCM) também foram baleadas e permanecem internados

Publicado há

em

Ladrões armados assaltaram uma joalheria na manhã deste sábado, dia 15, na área central de Rio Preto. Dois agentes da Guarda Civil Municipal (GCM) foram baleados por um criminoso que dava cobertura a quadrilha. Bandidos deixaram o estabelecimento atirando, um dos disparos atingiu e matou um adolescente de 17 anos. Até o momento nenhum assaltante foi detido. Policiais militares e civis fazem buscas.

A ação aconteceu na hora em que havia grande movimentação de pessoas no Calçadão. O grupo teria chegado em dois carros e parte da quadrilha invadiu a joalheria. Populares notaram a movimentação suspeita e comunicou a Guarda Civil Municipal (GCM).

O diretor da GCM, Sílvio Pedro da Silva explicou que os agentes não foram ao local no intuito de atender a ocorrência, apenas para verificar o que estava acontecendo e se de fato era uma ação criminosa.

“Eles desceram para verificar, ambos não estavam armados com armas de fogo, apenas com o eletrochoque. Próximo ao estabelecimento um dos assaltantes saiu de dentro do carro e pelas costas atirando, sem nenhuma possibilidade de defesa”.

Os agentes Clayton José da Silva Gomes e Tássia Tomoda Dourado foram atingido por vários disparos. Eles receberam os primeiros atendimentos ainda no local e ambos foram levados para hospitais conscientes.

Clayton foi encaminhado para a Santa Casa onde passou por procedimento cirúrgico. O estado dele é mais crítico. Informação ainda não confirmada, mas um dos disparos poderia ter atingido a artéria femoral. A agente Tomoda foi levada para o Hospital de Base e passou também por cirurgia.

O criminoso que atirou contra os agentes fugiu em um Hyundai HB/20 preto. Outra parte da quadrilha ficou dentro da loja. Em seguida o grupo também foge e um dos ladrões armado com uma pistola faz vários disparos.

Pedro Henrique Marcelo Barreto, de 17 anos, foi atingido por uma das balas perdidas e morreu no local. O adolescente, que estudava em uma escola agrícola de Mirassol e sonhava em fazer faculdade de veterinária, estava no Calçadão para comprar uma bonita.

O corpo do adolescente foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) e será liberado aos familiares.

Uma testemunha que pediu para não ser identificada afirmou que todos os disparos partiram dos bandidos. “Eles saíram atirando. Vi o ladrão que atirou contra os agentes, ele usava uma espécie de metralhadora. O segundo assaltante, que fez vários disparos usava uma pistola” relata.

Policiais civis e militares fazem buscas pela região atrás dos criminosos. Até o momento, ninguém foi detido. A quantia levada pelos bandidos não foi divulgada.

AS 10 MAIS LIDAS