Redes Sociais

Cidades

Casas integradas são a bola da vez no mercado imobiliário

Tendência em otimizar cada metro quadrado disponível é solução para quem quer ter sua casa própria personalizada e confortável

Publicado há

em

 

A tendência de morar em um lugar confortável e integrado segue firme e forte no mercado imobiliário brasileiro. Independente da quantidade de metros quadrados é possível encaixar o sonho da casa própria em um lar doce lar com ambientes harmoniosos e estilosos. Para isso, o engenheiro de estruturas precisa dispor de um conjunto de informações antes de colocar a mão na massa. Afinal, não tem como negar que o custo e benefício de uma obra é o principal fator a ser desenvolvido.

A bola da vez são as construções baseadas em imóveis de 45 e 50 metros quadrados com dois quartos, sala, cozinha e área de serviço.  “A projeção de um imóvel precisa estar bem distribuída onde cada espaço é valorizado sem perder o estilo. É importante criar espaços que podem ser ampliados no futuro, sem causar dor de cabeça ou qualquer tipo de abalo na estrutura do imóvel”, afirma o engenheiro civil Lucas Grande, dono da LG Engenharia, empresa que há seis anos atua em Rio Preto e região com obras comerciais e particulares de pequeno, médio e grande porte.

O engenheiro civil afirma que hoje em dia quem vai construir a casa própria tem optado por uma planta mais flexível e com espaço integrado. Os corredores, segundo ele, são uma alternativa muito utilizada nas casas funcionais e estão sendo valorizados cada vez mais nos projetos arquitetônicos. “Os corredores servem para abrigar armários, aparadores, prateleiras, além de contribuir com a circulação e divisão do imóvel”. As fachadas, de acordo com ele, também ganharam uma boa dose de modernidade e se destacam pelas linhas retas, com os famosos telhados embutidos. “Esse tipo de telhado já existe há um bom tempo e surgiu primeiramente em projetos de imóveis de alto padrão. Atualmente, notamos que tem agradado também um público de renda mais baixa, que busca um imóvel confortável e com personalidade”, ressaltou o engenheiro civil.

Já quando o assunto é cores para os acabamentos, a tendência é apostar sem medo nas tonalidades neutras, como creme, bege e marrom claro. As portas e janelas seguem um estilo moderno em formatos geométricos e tamanhos amplos.

AS 10 MAIS LIDAS