Redes Sociais

Cidades

Adolescente de 13 anos mata jovem por causa de uma pipa

O crime foi registrado na noite desta quarta-feira, dia 15, no bairro Eldorado. O adolescente de 13 anos, atirou com uma pistola em direção a vítima, um dos disparos atingiu o peito do rapaz. Ele chegou a ser socorrido, mas não resistiu

Publicado há

em

Um adolescente de 13 anos matou um  jovem de 22 anos após uma discussão sobre uma pipa. O crime aconteceu na noite desta quarta-feira, dia 15, no bairro Eldorado. O autor e outros dois menores foram apreendidos pela Polícia Militar horas após o homicídio. Eles ficarão à disposição da Vara da Infância e Juventude.

Segundo relatado por testemunhas, pouco depois das 19h30, Angelo Felipe Sarteli Volpini, 22 anos, estaria em frente à casa dele em poder de uma pipa, momento que o adolescente de 13 anos surgiu e alegou que o ‘papagaio’ era seu.

O garoto afirmou caso o rapaz não devolve-se a pipa ele o mataria. Volpini recusou a entregá-la e o adolescente deixou o local.

Ainda segundo relato da testemunha, logo em seguida o menor retornou em companhia de outros dois adolescentes, ambos de 17 anos, e armado com uma pistola. Assim que avistou o rapaz, o garoto atirou duas vezes na direção da vítima.

Um dos disparos atingiu o peito de Volpini, que tentou correr em direção a casa de um parente, mas caiu em via pública. A Unidade de Suporte Avançado (USA) do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) prestou os primeiros atendimentos médicos ao rapaz ainda no local.

Ele foi encaminhado as pressas a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Jaguaré, mas chegou sem vida. O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) e liberado aos familiares.

Após o crime, a Polícia Militar identificou o autor e foi até a casa dele. Ao avistar a aproximação da viatura, o adolescente tentou fugiu, mas foi detido. De acordo com a PM, foi necessário o uso de força moderada para detê-lo.

Os outros dois menores, de 17 anos, também foram apreendidos. O trio foi levado para a Central de Flagrantes, onde estão detidos. O caso foi encaminhado a Vara da Infância e Juventude. 

AS MAIS LIDAS