GAZETA DIGITAL ISSUU - Gazeta de Rio PretoISSUU - Gazeta de Rio Preto

Cidades

Dupla é presa por aplicar golpe de R$ 62 mil contra idoso

Os estelionatários foram presos na quinta-feira, dia 10, por policiais da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Rio Preto

Dois estelionatários foram presos em flagrante na manhã de quinta-feira, dia 10, após aplicarem o golpe do bilhete premiado em um aposentado de 84 anos no bairro Redentora, em Rio Preto. Durante a abordagem, os golpistas convenceram o idoso a entregar R$ 62 mil em dinheiro. A dupla é de Rio Claro e um deles já tem passagem por estelionato.

Segundo a vítima, que pediu para não ser identificada, a abordagem aconteceu próximo ao Hospital Beneficência Portuguesa. “Estava caminhando quando um dos golpistas se aproximou e perguntou onde ficava um brechó. Eu disse não sabia e neste momento ele tirou um bilhete da Quina e alegava que era analfabeto e tinha ganhado um prêmio. Neste momento outro estelionatário se aproximou e passou a conversar conosco. Ele então pediu o bilhete para checar e disse que aquele de fato era um bilhete vencedor de um prêmio de R$ 3,5 milhões”, conta o aposentado.

O segundo golpista passou induzir a vítima que eles precisavam ajudar aquele suposto analfabeto. Para dar maior credibilidade, o estelionatário foi até uma agência bancária e voltou com uma grande quantidade de dinheiro.

“Este homem que fez o saque, alegou que tirou R$ 10 mil como garantia. Então, eu fiz vários saques em várias agências, pois o limite de saque é de R$ 5 mil por movimentação. Eu entreguei o dinheiro ao suposto analfabeto e ele deixou comigo o bilhete premiado”, afirma o idoso.

No início da noite, o aposentado conversou com um amigo que é policial civil que descobriu toda a armação e orientou a vítima a procurar a DIG. Segundo o delegado Alceu Lima Júnior, os estelionatários voltaram a fazer contato com o idoso e solicitavam um novo depósito no valor de R$ 200 mil. “O aposentando foi induzido a fazer novas movimentações. Orientamos que ele combinasse com os estelionatários de se encontrarem em uma agência. Nesta quinta-feira, eles seguiram até o banco. Um dos golpistas foi abordado enquanto aguardava dentro do banco e o outro ao sair da agência”, conta o delegado.

Os investigadores da DIG apreenderam com a dupla U$ 2 mil, R$ 2,5 mil, celulares, bilhetes da Quina falsificados e também comprovante de depósitos.

Os dois estelionatários foram presos em flagrantes. “Ambos são moradores de Rio Claro e acreditamos que aplicarão vários golpes não só em Rio Preto, mas também na região e em outras cidades do Estado. Eles ficarão presos à disposição da justiça. Verificamos também que um deles já tem passagem por estelionato. Sendo que na época, concidentemente, o advogado dele era o que está atualmente preso por participação da ocorrência em que um carro invadiu o Calçadão e matou um idoso atropelado”, explicou o delegado. Essa ocorrência no centro de Rio Preto envolvia uma dupla de mulheres acusadas também de estelionatário.

Relembre o caso

Em junho 2016, uma ação semelhante a que ocorreu nesta semana resultou na morte de um idoso e outras duas pessoas feridas. Lázaro dos Santos, de 69 anos, morreu atropelado durante uma perseguição no Calçadão de Rio Preto. Duas mulheres que estavam em um Toyota/Corolla, com placas de Araraquara/SP, tentaram aplicar o golpe do bilhete premiado em uma aposentada de 65 anos quando ela saia de um supermercado.

Elas pediram então para a idosa trocar o bilhete premiado por joias. As estelionatárias foram até a casa da vítima para buscar os objetos. Após isso, as golpistas e a idosa seguiram para a área central para sacar um valor em dinheiro. A neta da idosa desconfiou da história e começou a seguir o Corolla. Ao perceberem que estavam sendo perseguidas a golpista que dirigia arrancou em alta velocidade e invadiu o Calçadão. Após atropelar o idoso, o carro continuou a fuga em direção à avenida Philadelpho Gouveia Netto, onde provocou mais um acidente. Desta vez as vítimas atropeladas, que estavam em uma motocicleta.

A aposentada foi jogada do carro ainda em movimento próximo a rua Primeiro Mestre no bairro Vila Angélica e o Corolla foi encontrado abandonado no cruzamento das ruas Belmonte com a rua Santa Catarina. Uma das golpistas foi presa dias após a ação e o mesmo advogado do homem preso nesta quinta-feira, dia 10, também foi detido por participar da quadrilha.

 

Crédito: Alex Pelicer/ Gazeta de Rio Preto

4-2 Aposentado de 84 anos que foi vítima dos estelionatários

4-1 Detalhe do 

Por Alex Pelicer em 10/01/2019 às 23:59
TerrasAlphaville