GAZETA DIGITAL ISSUU - Gazeta de Rio PretoISSUU - Gazeta de Rio Preto

Cidades

Parque Tecnológico avança e empresas podem pleitear espaços

Com críticas ao antecessor, Edinho diz que local passou por ‘correções’ e que promessa é dar salto de desenvolvimento em Rio Preto

Após dois anos e meio e uma série de desencontros, a Prefeitura de Rio Preto avançou na consolidação do Parque Tecnológico de Rio Preto, o Partec. Inaugurado no fim do mandato do ex-prefeito Valdomiro Lopes (PSB), em 2016, o Parque Tecnológico tem como principal objetivo reunir empresas de tecnologia, voltadas para a área educacional, em um mesmo local, além de ser uma incubadora de novas empresas. O Partec aguarda agora o interesse de empresários para instalação no local.

O Partec fica na região do antigo IPA e foi idealizado no segundo mandato do prefeito Edinho Araújo (MDB) à frente da Prefeitura. Na terça-feira, dia 16, Edinho lançou os editais para empresas interessadas em se instalar no Parque Tecnológico.

São duas as possibilidades: a ocupação no Centro Empresarial ou no Centro Incubador de Empresas. De acordo com o governo, são quatro editais diferentes, para ideias/projetos, startups, empresas nascentes e as maduras. Edinho se lembrou das dificuldades em avançar com o Parque Tecnológico devido à falta de estrutura deixada pelo antecessor Valdomiro Lopes (PSB).

“Muitas falhas no projeto e na execução. Sem que as condições físicas estivessem ideais não seria possível avançar. Fizemos correções na estrutura do prédio para que nós pudéssemos dar sequência as ações que agora estamos fazendo”, disse.

As empresas instaladas no Parque Tecnológico dispõem de estrutura física e administrativa, apoio operacional, treinamentos, palestras, workshops, consultoria especializada, mentorias, networking, além de estarem integradas a todo ecossistema do local. “Agora lançamos quatro novos editais no sentido de democratizar todo o processo e darmos a finalidade adequada estimulando a tecnologia, a indústria de ponta e que Rio Preto possa continuar sendo esta cidade referência. Temos universidade, temos a inteligência em vários setores da tecnologia. É a oportunidade de desenvolverem conjuntamente”, disse Edinho à Gazeta de Rio Preto.

Em outubro do ano passado 12 empresas se instalaram no Parque Tecnológico que recebeu o nome de Vanda Karina Simei Bolçone. Agora, com os novos editais lançados o número de vagas estará condicionado à capacidade de instalação das empresas pelo Parque, dentro de cada área específica.

Sobre o Partec

Idealizado no segundo mandato do prefeito Edinho Araújo (2005-2008) o Parque Tecnológico de Rio Preto foi inaugurado no dia 30 de dezembro de 2016, as vésperas do ex-prefeito Valdomiro deixar o cargo. A promessa era de criar quatro mil empregos nos próximos anos. O parque conta com 240 lotes destinados a atrair investimentos e criar novas empresas. O investimento projetado na época era R$ 105 milhões.

Por ZRaphael Ferrari em 18/07/2019 às 23:59
TerrasAlphaville