GAZETA DIGITAL ISSUU - Gazeta de Rio PretoISSUU - Gazeta de Rio Preto

Cidades

Operação do Baep prende quatro por tráfico de drogas em Rio Preto

Duas das pessoas já tinham passagem por tráfico

Uma operação do Batalhão de Ações Especiais (Baep) da Polícia Militar de Rio Preto, que visa combater o tráfico de drogas, aconteceu na tarde desta sexta-feira em Rio Preto. Com ações simultâneas em locais já mapeados na Estância Santo Antônio, Estância Nova Veneza e Estância Vitória, quatro pessoas foram presas, dentre eles duas que já tinha passagem por tráfico.

A primeira abordagem foi realizada na Estância Nova Veneza. NO local encontraram Lucas Dain Chames, 23. Na casa da residência foram encontradas 157 porções de cocaína já embaladas e prontas para venda, além de 600 gramas da mesma drogra para embalar. No interior do carro que Lucas usava para transportar a droga, foram encontradas mais 660 porções de cocaína já embaladas para venda e R$ 160.

Outra equipe foi a uma casa na Estância Vitória. Lá encontraram Valdete Mendes de Moura, 40, que disse não ter envolvimento com tráfico de drogas. Com auxílio do canil de Rio Preto localizaram em cima da máquina de lavar um tijolo de maconha.

A terceira equipe de policiais foi a um endereço na Estância Santo Antônio, onde encontraram Maikon Cesar Fraile, 30, que mesmo negando seu envolvimento com tráfico de drogas, acompanhou os policiais nas buscas em sua residência. No local, sob uma mesa, encontraram duas porções de droga, que alegou ser para uso próprio.

Questionado novamente sobre o tráfico, confessou que escondia drogas em um matagal a cerca de 500 metros dali. NO local, com auxílio do canil, foram encontradas 96 porções de cocaína já embaladas e prontas para a venda.

Ainda na Estância Santo Antônio, a quarta apreensão foi feita na casa de João Aparecido Costa, 30, que confessou o tráfico revelando que escondia vinte tijolos de maconha dentro de um tonel em um galinheiro. Dntro da residência ainda foram encontradas 3 balanças de precisão.

Os quatro foram levados à Central de Flagrantes de Rio Preto e lá, durante interrogatório, Lucas e João confessaram o tráfico de drogas. Maikon negou ter indicado o local onde a droga foi encontrada. Valdete negou que tenha sido encontrado droga em sua casa e disse estar sofrendo repressária por ser irmã de um traficante conhecido que está preso.

As drogas, de acordo com a polícia, seriam vendidas no bairro João Paulo 2º. Diante do exposto, os quatro foram presos por tráfico de drogas. Lucas e Valdete já tinham passagem por tráfico de drogas. João já tinha passagem e Maikon não tinha passagens.

 

Por Da Redação em 17/08/2019 às 17:00
TerrasAlphaville