GAZETA DIGITAL ISSUU - Gazeta de Rio PretoISSUU - Gazeta de Rio Preto

Cidades

Novo instrumento utilizado pela Esap contribui para o controle do desperdício de água

Instalados em agosto, os novos medidores de vazão eletromagnéticos entram em funcionamento nesta semana em Palestina

Com o objetivo de aperfeiçoar cada vez mais os serviços de saneamento básico do munícipio, a Esap tem a tecnologia como um dos principais alvos de investimento da área operacional. Nesta semana, a concessionária coloca em funcionamento os novos medidores de vazão eletromagnéticos, que auxiliará na automação dos serviços operacionais.

Como um dos principais benefícios sendo o monitoramento do consumo em tempo real, este novo equipamento contribui diretamente na medição de distribuição de água e no controle de desperdício de água, “Os medidores de vazão eletromagnéticos funcionam de maneira inteligente para comunicar a equipe sobre as anomalias nos sistemas. Desta forma, as decisões são tomadas de forma rápida e precisa“, explica o diretor de negócios da concessionária, Antonio Hercules Neto.       

Os medidores de vazão eletromagnéticos foram instalados nos quatro principais reservatórios da cidade (Central, Bento Ferraz, Cohab e Jardim do Bosque), o que representa 90% do abastecimento de Palestina, e contou com investimento de R$ 50 mil.

Com a melhoria, a Esap busca dimuniur o indice de perda de água, que atualmente em Palestina é de 17%. A média de perda nacional é de 38% da água tratada, segundo o último levatamento realizado pelo Instituto Trata Brasil.        

Sistema de água    
Com um total de dez reservatórios, o sistema de Palestina tem capacidade de armazenamento de aproximadamente 1320 m³ de água. Para garantir que esse recurso chegue com a máxima qualidade aos moradores, a empresa possui equipamentos de última geração que possibilitam um monitoramento em tempo real. A água  é 100% tratada de acordo com as exigências estabelecidas pelo Ministério de Saúde e são realizadas cerca de 1,3 mil análises por mês.

Sobre a Esap – Por meio de concessão plena com validade de 30 anos, a Esap assumiu os serviços de tratamento de água e esgoto no município de Palestina em 2007. A empresa atende a 12 mil pessoas e trabalha para universalizar o acesso da população à água de qualidade e à coleta e tratamento de esgoto. É controlada pela Aviva Ambiental e, desde 2017, pela Iguá Saneamentocompanhia que atende a 37 municípios brasileiros e que alcança 7,1 milhões de pessoas com o compromisso de ser a melhor empresa de saneamento para o Brasil.

Sobre a Iguá Sanemento: A Iguá é uma nova companhia de saneamento, controlada pela IG4 Capital, que atua no gerenciamento e na operação de sistemas de abastecimento de água e esgotamento sanitário, por intermédio de concessões e de parcerias público-privadas. Atualmente, está presente em 37 municípios de cinco estados brasileiros: Alagoas, Mato Grosso, Santa Catarina, São Paulo e Paraná, por meio de 18 operações que somadas beneficiam 7,1 milhões de pessoas. O alcance dos serviços prestados pela companhia a coloca entre os principais operadores privados do setor de saneamento do país. Em 2018, foi eleita pelo segundo ano consecutivo uma ótima empresa para se trabalhar pela consultoria Grate Place to Work (GPTW). Atualmente, emprega cerca de 1,5 mil pessoas. O nome Iguá é uma referência direta ao universo em que atua: em tupi-guarani, “ig” que dizer água.

 

Por Da Redação em 09/09/2019 às 11:25
TerrasAlphaville