GAZETA DIGITAL ISSUU - Gazeta de Rio PretoISSUU - Gazeta de Rio Preto

Cidades

BR-153 tem 82% das obras de duplicação concluídas

Nesta semana, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) confirmou a liberação de R$ 15 milhões para as obras de duplicação

No início desta semana, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) confirmou a liberação de R$ 15 milhões para as obras de duplicação do trecho urbano da rodovia BR-153, em Rio Preto. A verba foi liberada pelo Ministério da Infraestrutura. Além da suplementação do valor, outros R$ 15 milhões estão previstos por meio de Projeto de Lei do Congresso Nacional (PLN 042/19), que está tramitando na Comissão de Orçamento.

As obras de duplicação da BR-153 tiveram início em agosto de 2016 e a previsão de conclusão seria dezembro de 2019, mas o prazo foi prorrogado para até dezembro de 2020. Já foram gastos R$ 240 milhões no projeto, valor 30% maior do que era esperado no início.

A estimativa é que ainda são necessários cerca de R$86,7 milhões para conclusão das obras.

 Evolução das Obras

As obras que vão do trevo do distrito de Talhado ao limite com o município de Bady Bassitt foram dividias em três lotes. A reportagem percorreu os 17,8 quilômetros de duplicação na quinta-feira, dia 7.

No lote um, que vai do trevo de Talhado (km 54) até próximo ao Tiro de Guerra (km59), é o trecho que está com a evolução mais lenta. Neste segmento, estão sendo construídos seis viadutos e uma passarela. A base da Polícia Rodoviária Federal (PRF) que ficava próximo a avenida Nossa Senhora da Paz deverá ser demolida nas próximas semanas.

A nova estrutura da PRF, que foi construída próxima a Avenida Anísio Haddad, entrará em funcionamento no mês de dezembro.

A reportagem encaminhou uma nota ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) questionando os prazos de conclusão das obras no lote um, mas até o fechamento da edição, o órgão não respondeu as perguntas.

No lote dois, que vai do Tiro de Guerra até o entroncamento da rodovia Washington Luís (SP-310) deverá receber melhoria nos próximos meses, este trecho já era duplicado, mas recebeu melhorias, como a construção de quatro passarelas e o viaduto da avenida Sabino Cardo Filho, que passa sobre a BR-153, próximo a represa municipal.

Já no lote três, que vai do entroncamento da Washington Luís (SP-310) até próximo ao perímetro do município de Bady Bassitt, todo o trecho da rodovia já foi duplicado e o trânsito liberado. Foram construídos sete viadutos e três passarelas.

Porém ainda falta a conclusão nas vias de acesso. O trevo da Anísio Haddad, a ligação das avenidas Murchid Homsi e Paulo de Oliveira e Silva e o acesso a rua Augusto Signorini no bairro Jardim Viena, ainda estão com as vias interditadas. 

Segurança

Até as conclusões das obras, alguns trechos da rodovia, principalmente entre o trevo de Talhado e a avenida Nossa Senhora da Paz, ainda estão com pista simples e dispositivos redutores de velocidade instaladas nas vias, além deste fatores, o excesso de veículos deixa o trânsito lento.

Para maior segurança, o inspetor da Polícia Rodoviária Federal, Daniel Mataragi Filho, orienta os condutores a buscarem rotas alternativas.

“A recomendação para os motoristas que utilizam o trecho da BR 153, é que tenham paciência e respeitem as leis de trânsito. Se possível, principalmente nos horários de picos, buscar uma possível rota alternativa”, diz.

Duplicação do km 72 ao 74

Em agosto do ano passado, a concessionária Triunfo Transbrasiliana concluiu as obras de duplicação do Km 72 ao km 74. O investimento da empresa em infraestrutura e segurança viária foi de quase R$ 20 milhões.

 

Por Da Redação em 08/11/2019 às 09:20
TerrasAlphaville