Cidades

Banco do Povo de Rio Preto abre linhas de crédito especiais durante crise do Coronavírus

São créditos de R$ 200 a 20 mil reais com juros que passam de 1% para 0,35% ao mês; a carência chega a 90 dias para o primeiro pagamento

Como forma de amenizar eventuais problemas financeiros de microempresários e empreendedores paulistas devido à crise envolvendo o coronavírus (COVID-19), o Banco do Povo de Rio Preto, da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, concedeu abertura de linhas de crédito especiais.

Ao todo serão R$ 25 milhões de reais em linhas de microcrédito para empreendedores de pequenos negócios para auxiliar as empresas paulistas no enfrentamento dos impactos financeiros do Coronavírus.

A linha de microcrédito do Banco do Povo, que já é competitiva, terá agora redução da taxa de juros de 1% para 0,35% ao mês. O prazo para pagamento passa de 24 para 36 meses, já incluindo o prazo de carência, que também aumenta de 60 para 90 dias. Além disso, o limite de concessão de crédito sem avalista passa de mil para três mil reais.

Mediante análise de crédito e comprovação de endereço, poderão realizar os empréstimos pessoas jurídicas de micros e pequenos negócios formais (MEI, ME, LTDA, EIRELI) e também microempreendedores urbanos e rurais, inclusive do setor informal.

Para saber mais sobre as linhas de crédito em Rio Preto a Secretaria de Desenvolvimento Econômico trabalha neste momento apenas por meio de agendamento, pelos telefones: (17) 3203 1222 ou 3203 1383 ou pelo e-mail: [email protected].

Estas condições serão válidas até o dia 30 de abril, podendo ser prorrogada.

Os recursos do Banco do Povo Paulista são utilizados para capital de giro, fixo e misto. Estão liberados pagamento de contas de água, luz, aluguel e folha de pagamento. Lembrando ainda que não é permitido o pagamento de dívidas.

 

Confira as oportunidades oferecidas:

•        linhas de créditos de R$ 200,00 até R$ 20.000,00

•        taxa de juros de 0,35% ao mês

•        sem avalista, o limite será de R$ 3 mil reais

•        Os empreendedores só poderão buscar crédito nos municípios aonde estão instalados os seus empreendimentos, mediante comprovação de endereço

•        Carência de até 90 dias para realizar o primeiro pagamento e prazo de até 36 meses para quitação

 

Por Da Redação em 24/03/2020 17:20
TerrasAlphaville