Cidades

Radares móveis estão fora de operação desde o primeiro dia da calamidade pública

Motoristas devem tomar cuidado porque os radares fixos continuam em operação

O secretário de Trânsito Amaury Hernandes disse que os radares móveis estão fora de operação desde o primeiro decreto do prefeito Edinho Araújo, MDB, que estabeleceu o estado de calamidade pública em Rio Preto.


Segundo ele, por dois motivos. Primeiro, para não ser acusado de continuar multando os motoristas durante a quarentena da Covid 19. Segundo, para dispensar os três funcionários que trabalham na operação e estariam expostos à doença.


No entanto, ele lembrou que as multas continuam sendo realizadas pelos radares fixos. Os radares móveis mudam de via ou logradouro todos os dias. Os fixo não podem ser retirados.

Por Rubens Celso Cri em 31/03/2020 15:50