Cidades

Ações de combate à dengue continuam na quarentena

Equipes da Saúde estão percorrendo as áreas de maior transmissão em Rio Preto

A prefeitura de Rio Preto, por meio da Secretaria de Saúde, continua com o trabalho de prevenção e combate à dengue na quarentena. Sendo assim, os agentes de saúde e a empresa terceirizada Guizzo continuam com as visitas domiciliares e a aplicação da nebulização de inseticida.

Com as ações de enfrentamento ao coronavírus (Covid-19), o Ministério da Saúde publicou uma nota informativa (nº 8, de 26 de março de 2020), que recomenda atenção às medidas a serem observadas para as atividades de controle de zoonoses durante o período de vigência da urgência ao coronavírus. Sendo assim, fica determinado que:

– Os agentes de saúde não devem realizar as atividades dentro da residência. A visita fica limitada apenas à área peri domiciliar, ou seja, frente, lados e fundo do quintal ou terreno;
– O bloqueio de transmissão inicia-se com a remoção prévia dos focos larvários, com a intensificação das visitas domiciliares e mutirões de limpeza com a colaboração da população.
– A população deve ser estimulada a vistoriar e remover os criadouros do mosquito Aedes aegypt, transmissor da dengue, zika e chikungunya, de suas casas. A orientação do agente ao morador deve ser realizada a distância mínima de dois metros ou por interfone;
– Em todas as situações em que houver a necessidade de tratamento do criadouro, o agente deve utilizar luvas de látex. Ao deixar o local, deve descartar as luvas em local apropriado e higienizar as mãos com água e sabão ou desinfetante para as mãos à base de álcool 70%.
– Em todas as visitas, os agentes devem ficar pelo menos dois metros afastados dos moradores.
– A aplicação do inseticida será feita por meio da nebulização espacial a frio – tratamento a UBV –, utilizando equipamentos portáteis ou pesados.
– Caso o morador tenha mais de 60 anos, a visita não poderá ser realizada.

Nesta semana, a equipe da nebulização está nas áreas de abrangência dos bairros Eldorado e Solo Sagrado.

Para a maior eficiência da nebulização e proteção da população, a Vigilância Ambiental orienta:

– O inseticida precisa alcançar o interior da residência, assim, portas, janelas, cortinas e box de banheiro devem ser abertos;
– Os animais domésticos devem ser protegidos. Portanto, gaiolas de pássaros e aquários devem ser cobertos com panos úmidos, enquanto cachorros e gatos devem ser retirados dos locais onde o inseticida for aplicado;
– As roupas do varal devem ser recolhidas e os alimentos e vasilhames de cozinha que estiverem sobre a mesa devem ser guardados;
– Pessoas acamadas, recém-nascidos e alérgicos devem sair da área de aplicação ou na impossibilidade de saírem devem permanecer trancados em um cômodo da casa, com a soleira da porta vedada com pano úmido.

Fonte: Prefeitura de Rio Preto

Por Da Redação em 02/04/2020 10:40
TerrasAlphaville