Cidades

Prefeitura multa empresas por descumprimento ao decreto

Ao todo, cinquenta empresas foram penalizadas. Multas podem chegar a R$ 6 mil

Os fiscais da Prefeitura de Rio Preto autuaram cinquenta estabelecimentos comerciais desde a edição do decreto municipal editado pelo prefeito Edinho Araújo que estabeleceu a quarentena, o isolamento social e regrou o funcionamento do comércio e de empresas na cidade em função da pandemia de coronavírus. O decreto é de 24 de março. Portanto, os estabelecimentos que não cumpriram o que está estabelecido foram multados nos últimos dez dias.


As multas podem chegar a R$ 6 mil. O decreto estabelece quais os estabelecimentos são considerados essenciais, quais podem funcionar como delivery e os que não podem abrir as portas. Ele também disciplina quantas pessoas podem entrar em cada um deles e as distâncias que as pessoas têm que ficar uma das outras. A obrigação de obedecer as regras são das empresas.


Veja na lista abaixo os cinquenta estabelecimentos que desobedeceram e foram multados pelos fiscais da Vigilância Sanitária:

9 pet shops
8 restaurante e lanchonete 
7 supermercados
2 indústrias 
2 papelarias
2 bancos
2 distribuidoras de bebidas
1 imobiliária 
1 autopeças
1 atividade religiosa
1 clube 
1 transportadora 
1 loja de suplementos alimentares 
1 clínica odontológica 
1 comércio varejista de brinquedos
1 comércio varejista de peças 
1 comércio de material hospitalar
1 comércio de material de construção
1 comércio de material de limpeza
1 ambulante
1 comércio de bebidas
1 serviço de impressão e cópia
1 tabelião de notas
1 lava jato
1 atividade de teleatendimento


A Prefeitura não divulgou os valores das multas expedidas.

Por Rubens Celso Cri em 02/04/2020 17:57
TerrasAlphaville