Cidades

Isolamento social em Rio Preto se estabiliza em 44% por quatro dias seguidos

Os números foram divulgados no início da tarde desta sexta-feira; a capital, no primeiro dia de feriado prolongado, alcançou 52% e o estado 49%

 

Nos 4 primeiros dias desta semana o isolamento social em Rio Preto foi de 44%. Ontem, quinta-feira, o índice se manteve o mesmo de segunda-feira, terça-feira e quarta-feira. Na semana anterior, ele variou entre 37% e 39% entre o mínimo e o máximo. Ontem na capital, primeiro dia do feriado prolongado, ele ficou em 52%.  Em todo o território paulista ele marcou 49%. Os números de hoje serão tabulados a partir das 18h e serão conhecidos amanhã, sábado. 

O isolamento social é medido em 104 cidades com mais de 70 mil habitantes. Ele é um dos indicadores que serão levados em conta pelo Comitê de Enfrentamento da Crise da Covid 19 para definir quais os rumos da administração da pandemia de coronavírus a partir do dia 31 de maio. Os outros indicadores são testagem massiva da população, número de leitos disponíveis e avanço da disseminação da doença (a curva). Se ela está crescendo, estabilizada ou decrescendo. 

Ainda hoje no final da tarde o prefeito Edinho Araújo, MDB, se reúne por teleconferência com o Comitê Municipalista. Ele vai decidir, a partir desses dados, o que fazer a partir do dia 1º de junho. O Comitê é composto pelo governador João Dória, PSDB, pelo vice-governador Rodrigo Garcia, DEM, secretários estaduais e 16 prefeitos de cidades de porte médio. Edinho Araújo vai advogar em nome dos prefeitos da região para que flexibilização e o fim da quarentena sejam regionalizadas.       

Embora a doença avance na região, o secretário de Saúde Aldenis Borim disse na manhã desta sexta-feira que ela começa a se estabilizar em Rio Preto e região. O disse que o isolamento ainda fica abaixo do necessário. Outros indicadores, como número de leitos e testagem massiva, atendem às exigências da secretaria estadual de Saúde.

Por Priscila Silva em 22/05/2020 15:50
TerrasAlphaville