Cidades

Isolamento social fica em 47% no último dia do feriado prolongado

Em São Paulo ele também voltou a cair, marcando apenas 53%; média do estado foi de 51%

 

O isolamento social em Rio Preto no feriado antecipado de 25 de maio ficou em apenas 47%, três pontos a menos do que o registrado no domingo, 50%. Na capital, no último dia do feriado prolongado imposto pelo governo paulista para aumentar o isolamento, ele foi de 53%. A média em todo o território paulista marcou 51% ante os 55% conseguido domingo, um dia antes. Os números desta terça-feira, dia 26, só serão anunciado amanhã. Os dados são obtidos até às 18h e tabulados durante a noite. 

O isolamento social é um dos indicadores que o governo do Estado afirma que será usado para estabelecer como será a quarentena a partir do dia 1º de junho. O governador João Dória, PSDB, afirmou ontem, segunda-feira, que o estado vai ter uma quarentena inteligente a partir de junho. Anunciou a regionalização. Cada sede de município vai fazer sua própria quarentena a partir de 3 indicadores: isolamento social, número de casos da doença e queda no número dos casos durante 14 dias consecutivos.

Ele terá 4 fases. A primeira, a partir de 1º de junho, vai liberar a abertura de estabelecimentos comerciais de até 400 metros quadrados. A fase dois, assim que as condições forem melhorando, será implantada a partir de 20 de junho, e terá a liberação de outro grupo de empresas. A fase 3 começa dia 1º de julho, com um quase a totalidade da volta à normalidade e, a partir de 20 de julho, o retorno à normalidade com a volta dos cinemas, shows, festas, teatros e, principalmente, a volta às aulas nas redes públicas e particular.

O isolamento é medido em 104 cidades do estado com mais de 70 mil habitantes.

Por Rubens Celso Cri em 26/05/2020 18:03
Taflex 28/05/2020