Cidades

Sobe para 518 o número de casos confirmados por Covid-19 em Rio Preto

Um total de 265 pessoas ainda são consideradas como transmissoras ativas do Covid-19; 235 pessoas já estão recuperadas, outras 18 pessoas morreram

O secretário de saúde, Aldenis Borim, participou da transmissão ao vivo sobre a pandemia do novo coronavírus, que aconteceu na manhã dessa sexta-feira, dia 22, e atualizou os números da doença. Rio Preto tem agora 518 casos positivos para Covid-19. Desde o primeiro caso confirmado em Rio Preto, no dia 12 de março, já foram feitas 6.485 notificações de casos suspeitos do novo coronavírus. Nesse mesmo período, 3.834 pessoas foram testadas e 3.316 deram negativo para a doença.

Dos 518 casos confirmados, 235 já estão recuperados, um percentual de 45%. Outras 18 pessoas morreram por complicações do novo coronavírus e 265 pessoas ainda são consideradas como transmissoras ativas do Covid-19. Em relação aos profissionais de saúde, 116 já foram contaminados com a Covid-19 em Rio Preto. Em relação às internações, Borim confirmou que agora são 86 internações, 24 estão internadas em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e outras 62 estão em enfermarias.

Noticicações

Segundo informações da Secretaria de Comunicação da Prefeitura, “a maneira de informar os dados segue os protocolos vigentes do Ministério da Saúde”. Por ser uma doença de notificação compulsória imediata, qualquer suspeito ou confirmado por Covid-19 precisa ser registrado no sistema oficial do Ministério da Saúde. “Todos os casos em que o quadro clínico do paciente se enquadra nas definições estabelecidas pela OMS devem ser comunicados no sistema de monitoramento do Ministério da Saúde. Esses são os casos notificados.”

Um caso notificado só é reportado como confirmado depois do resultado positivo em teste RT-PCR, realizado por laboratório habilitado, reconhecido pelo Ministério da Saúde para diagnóstico da doença. “Portanto, todos os resultados com teste positivo precisam ser comunicados como confirmados”.

CAMPANHA DO AGASALHO

A primeira-dama de São José do Rio Preto, Maria Elza Araújo, também participou da live nesta sexta-feira e passou informações sobre a Campanha do Agasalho 2020, que por conta da pandemia terá uma configuração diferente, conforme já foi adiantado pela Gazeta de Rio Preto. Não haverá caixas de recebimento do material doado espalhadas pela cidade e tão pouco contato com os doadores. Assim que chegarem, as embalagens serão higienizadas com álcool 70%.  A recomendação é do Ministério da Saúde. O Fundo Social pede que as embalagens sejam entregues limpas e separadas para os públicos masculino, feminino e infantil. “Não podemos fazer a separação como nos anos anteriores, para não haver manuseio e possível contágio. Não usaremos as caixas também. Tudo o que recebermos já será doado para as instituições, que serão avisadas da não-manipulação das roupas,” disse a primeira-dama Maria Elza.

 

Por Da Redação em 22/05/2020 10:50
TerrasAlphaville