Cidades

Guarda Municipal atende 87 ocorrências por descumprimento do decreto e flagra festas em chácaras

Foram vinte denúncias de festas e aglomerações em chácaras, bares, postos de combustíveis e residências

 

A Guarda Civil Municipal e fiscais da Secretaria da Fazenda de Rio Preto fecharam 14 estabelecimentos neste final de semana. A maioria no Jardim Paraíso. No total, foram autuados 67. A Guarda também atendeu a outras 20 denúncias de aglomerações em chácaras, condomínios e residências. Aglomeração, perturbação do sossego e consumo de bebidas alcoólicas foram as ocorrências mais comuns. A informação é das relações públicas da GCM de Rio Preto, Roger Assis.

Segundo ele, a Guarda e a fiscalização da Secretaria da Fazenda realizaram uma ação conjunta no final de semana e flagraram 67 estabelecimentos que não cumpriam o decreto municipal que regula o funcionamento durante a quarentena. Rio Preto, classificado na fase 2, cor laranja, não permite a abertura de bares, lanchonetes e restaurantes.

Eles foram autuados, mas no Jardim Paraíso 14 foram fechados porque estavam funcionando sem alvará. Legalmente, não existiam. Mas, a Guarda também atendeu a denúncias de aglomeração e festas em chácaras, bares, postos de combustíveis e em residências. 

Quando a GCM encontra aglomeração em residência ela apenas orienta. As denúncias podem ser feitas pelo telefone 135 ou por meio da Vigilância Sanitária, da Secretaria de Saúde.

Por Rubens Celso Cri em 06/07/2020 14:50