Cidades

Santa Fé limita abertura da cidade em 5h ao dia e fecha até supermercado no final de semana

O anúncio foi feito em coletiva na manhã desta sexta-feira. Até os serviços essenciais como supermercados só abrem 5h por dia

 

O prefeito de Santa Fé do Sul, Ademir Machio, DEM, anunciou novo decreto municipal em coletiva dada na manhã desta segunda-feira definindo novo horário de funcionamento do comércio entre 9h e 15h, de segunda à sexta-feira, e proibindo até mesmo a abertura de atividades essenciais aos sábados e domingos. As exceções são Unidades Básicas de Saúde, farmácias e postos de combustível. O motorista não pode sair do veículo.

O prefeito alega que a explosão de casos em Santa Fé e em cidades da região levaram a Prefeitura a tomar essa decisão. A Santa Casa está com 100% de lotação na UTI e na enfermaria. São 30 mil habitantes, 200 casos positivos, 73 casos aguardando o resultado do exame e 110 pessoas em isolamento domiciliar. A cidade contabiliza 7 óbitos.

O novo decreto vale entre os dias 14 e 27 de julho. Maschio alega que a velocidade do crescimento da doença na cidade e região exige medidas drásticas. Os estabelecimentos que não cumprirem vão ser multados em 3 UFMs (R$ 197,23). Em caso de reincidência, a multa dobra. Uma terceira autuação provoca o cancelamento automático do alvará de funcionamento.

Santa Fé é uma estância turística e vive da prestação de serviços.

A fiscalização será feita pela Guarda Municipal e os agentes públicos ligados à fiscalização e à Vigilância Sanitária. Eles terão poderes de polícia.

Por Rubens Celso Cri em 13/07/2020 14:10