Cidades

Advogado se exalta e acaba preso por vários crimes

Ao perceber que teria o carro apreendido por problemas com o licenciamento, ele arrancou com o carro

Informações do boletim de ocorrência dizem que ontem (15) às 23h35 policiais militares faziam o patrulhamento de rotina pela rua Pedro Lobanco, no bairro Jardim América em São José do Rio Preto, quando viram um veículo que transitava em alta velocidade. Os policiais decidiram fazer a abordagem.

O motorista do veículo, um advogado de 33 anos, parou e na revista nada de ilícito foi encontrado com ele. Porém os policiais constataram algumas irregularidades com o veículo, como falta de licenciamento. Por este motivo o veículo seria recolhido ao pátio. Ao perceber que teria o veículo apreendido, o advogado arrancou com o carro e fugiu. Os policiais, no entanto, ficaram com a habilitação dele, já que o auto de infração estava sendo lavrado.

Os PMs foram até a Central de Flagrantes para registrar a ocorrência. Na delegacia o advogado apareceu bastante exaltado e acusando os policiais militares de abuso de autoridade, proferindo alguns xingamentos contra eles.

Diante da confusão o delegado foi até a recepção ver o que estava acontecendo e ouviu informalmente os policiais militares e o advogado dono do carro. Ele pediu calma diante da situação. O advogado ficou mais tranquilo por um momento, mas logo começou a proferir xingamentos contra os militares e também contra o delegado, dizendo que ele era “desqualificado para exercer a função”. Além disso ele filmava com o celular enquanto proferia os xingamentos e dizia que eles “iam se arrepender”.

Com tudo isso a prisão em flagrante do advogado foi decretada. Ele vai responder pelos crimes de desacato, injúria e desobediência. Uma fiança foi arbitrada no valor de R$ 2 mil, mas até a conclusão do boletim de ocorrência não tinha sido paga e ele foi levado para uma sala especial na DEIC.

Por Fabrício Santana em 16/10/2020 10:08