Cidades

Funcionário do Semae é agredido porque ia fazer corte de água

Dono de bar teria dado socos e tapas na vítima além de jogar todo o material de trabalho na rua

Segundo informações do boletim de ocorrência, ontem (15) por volta das 12h20, um homem de 25 anos, funcionário do Serviço Municipal Autônomo de Água e Esgoto (SEMAE) de São José do Rio Preto, foi até um bar na rua Antônio Fuscaldo para realizar um corte no fornecimento de água. O motivo seria atraso no pagamento da conta de água.

Quando a vítima pegava as ferramentas para realizar o trabalho, ele foi empurrado e agredido fisicamente com socos e tapas no rosto e no ouvido, pelo dono do estabelecimento comercial. Além das agressões físicas, o dono do bar teria jogado todo o material de trabalho da vítima na rua.

O funcionário procurou a Central de Flagrantes para registrar o ocorrido. Aparentemente não ficaram lesões, mas a vítima relatou sentir dores tanto no ouvido quanto no rosto. Ninguém foi preso.

O corte não foi feito. Uma nova equipe vai até o local para realizar o trabalho.

Por Fabrício Santana em 16/10/2020 08:49