Cidades

Mulher tenta furtar em supermercado e é flagrada por segurança

Entre os produtos furtados estão carne e chocolates

De acordo com informações do boletim de ocorrência, ontem (15) por volta das 13 horas, a Polícia Militar foi chamada até o supermercado Porecatu, na avenida Nossa Senhora da Paz, em São José do Rio Preto, para atender uma ocorrência de furto.

Chegando ao local eles identificaram a suspeita, uma mulher de 43 anos. Ela teria furtado seis peças de picanha e três barras de chocolate que teriam sido colocadas dentro de uma bolsa.

Toda a ação da mulher foi acompanhada pela equipe de monitoramento e segurança da loja. Ao sair do supermercado, sem passar pela área dos caixas e efetuar o pagamento, a mulher foi abordada pelo segurança que teria encontrado na bolsa todo o material furtado. A polícia foi chamada.

Na delegacia não foram apresentadas imagens do circuito de segurança. Um funcionário do supermercado disse aos policiais que em outra ocasião, no dia 13 de outubro, a mulher teria furtado quatro peças de picanha, sendo duas numa loja e duas em outra loja da rede. E que ontem a mulher teria ido até essa loja para realizar novo furto.

O funcionário da loja disse também que o caso não foi registrado na polícia no dia 13 pois segundo ele, a polícia só é chamada quando o suspeito é detido pela equipe de segurança do mercado, o que não aconteceu naquele dia.

Segundo o depoimento dos policiais militares que participaram da ocorrência, o representando do supermercado teria noticiado ontem (15) o furto de seis peças de picanha. A questão é que na nota fiscal apresentada pelo funcionário, com data do dia 15, estariam as quatro peças de picanha furtadas no dia 13 de outubro. Portanto a mulher só teria furtado duas peças de picanha no dia 15 e as três barras de chocolate.

A polícia entendeu que isso não poderia acontecer, pois não existia garantia de que os produtos lançados na nota fiscal seriam da mesma marca e peso dos que teriam sido furtados no dia 13.

Os produtos foram devolvidos ao supermercado. A mulher foi ouvida e vai responder pelo crime de furto em liberdade.

Por Fabrício Santana em 16/10/2020 12:48