Cidades

Mulher apanha de companheiro com chutes, socos e pontapés

Crime aconteceu no bairro Boa Vista, em São José do Rio Preto

O boletim de ocorrência diz que tudo aconteceu ontem por volta das 18h40. A Polícia Militar foi acionada, via Copom, para comparecer à uma residência, na rua São Sebastião, no bairro Boa Vista em Rio Preto. No local, uma mulher teria sido agredida pelo companheiro, um homem de 28 anos.

A vítima, que tem 26 anos, já estava sendo atendida por uma equipe de resgate dos bombeiros, quando a polícia chegou. Ela contou que tinha sido muito agredida pelo companheiro e que, logo após as agressões, ele teria fugido do local, possivelmente para a casa da mãe dele.

A mulher disse que levou chutes na região das costelas, socos, pontapés, e até uma “voadora” no abdômen. Ela teria sido arremessada ao chão pelo agressor, e também foi mordida nas nádegas. Ela disse ainda que na residência tinham três pés de maconha, que eram cultivadas no quintal, em vasos. Além da maconha, os policiais localizaram no imóvel mais 48 embalagens plásticas, que normalmente são usadas para embalar entorpecentes.

Os policiais foram até a casa da mãe do companheiro da vítima. Chegando lá, a mulher disse que o filho tinha passado por lá, mas não se encontrava no imóvel. O veículo que ele usou para fugir, estava numa casa vizinha. Em contato telefônico, a mãe do agressor foi informada por ele, que o filho seguia, junto com o pai, para a Central de Flagrantes.

O rapaz foi até a delegacia para prestar depoimento. A vítima, que tinha sido encaminhada para a Upa Tangará, foi medicada e liberada em seguida. Junto com uma testemunha, ela também foi para a delegacia. A testemunha que estava com a vítima disse aos policiais que presenciou a briga, e que já tinha visto outras duas discussões do casal. Inclusive a última briga teria sido em frente à criança de um ano e oito meses. Ela falou também que se os vizinhos não interferissem, provavelmente ele teria matado a vítima.

Os policiais militares também foram ouvidos. Os pés de maconha foram apreendidos. O companheiro da vítima negou as agressões. Mesmo assim foi preso em flagrante e teve a prisão convertida em preventiva, e está à disposição da justiça.

Por Fabrício Santana em 12/01/2021 11:51