Cidades

Seis, de oito pavilhões do CDP estão interditados após casos de Covid-19

Segundo a Secretaria da Administração Penitenciária (SAP), pavilhões estão isolados por medida preventiva. No total, 16 presos testaram positivo para a doença na unidade de Rio Preto

Seis, dos oito pavilhões do Centro de Detenção Provisória (CDP) de Rio Preto estão interditados após casos positivos de Covid-19. A confirmação é do Departamento Estadual de Execução Criminal, da 8ª região administrativa judiciária do município. Ao todo, 16 presos estão com a doença.

Segundo informações do DEECRIM obtidas com a diretoria da unidade, os seis pavilhões estão interditados porque houve casos positivos de Covid-19 em todos eles. Com isso, estão funcionando apenas os pavilhões de quarentena de inclusão e o de presos positivados.

Ainda segundo informações do DEECRIM, a instituição já informou a Secretaria de Administração Penitenciária (SAP) sobre a situação e poderá haver proibição de visitas.

Em nota, a SAP negou que o CDP está interditado. Segundo a Secretaria, os pavilhões estão isolados por medida preventiva.

Confira a nota completa abaixo:

“A Secretaria da Administração Penitenciária informa que o CDP de São José do Rio Preto não está interditado. Os pavilhões estão isolados por medida preventiva. Na semana passada, os pavilhões 1,3,5 e 7 ficaram sem visitas pois alguns presos testaram positivo para COVID-19.

Atualmente, a unidade possui 16 presos que testaram positivo para a doença. Todos os casos suspeitos já foram testados. Os infectados estão isolados no pavilhão 6 da unidade e os outros pavilhões de onde os presos infectados vieram permanecem em observação por medida preventiva.”

 

Por Karol Granchi em 13/01/2021 17:25