Cidades

Após fuga de preso no HB, reeducandos do CPP expelem drogas dentro da unidade

Centro de Progressão Penitenciária (CPP) de Rio Preto registrou mais dois casos de reeducandos que engoliram porções de maconha e foram internados para expelir entorpecentes. No entanto, os pacientes foram liberados para expelir a droga dentro da unidade

Mais dois reeducandos do Centro de Progressão Penitenciária (CPP) de Rio Preto foram flagrados com porções de maconha no estômago e levados ao Hospital de Base para expelirem a droga. O flagrante foi feito na sexta-feira (19), durante o scanner pessoal.

Segundo informações do boletim de ocorrência, os reeducandos – de 31 e 22 anos, foram flagrados com objetos estranhos no estômago e confessado ser porções de maconha. O fato teria ocorrido após os dois trabalharem na horta externa da instituição e no Centro de Detenção Provisória (CDP).

A dupla foi encaminhada para o Hospital de Base para expelir o entorpecente, mas foi atendida pela equipe médica e liberada para expelir a droga, de forma natural, dentro da unidade do CPP.

Ainda de acordo com o boletim de ocorrência, ontem (20), um dos reeducandos expeliu, sozinho, 30 porções de maconha e o outro nove porções da mesma droga.

Após o procedimento, os dois foram encaminhado a Central de Flagrantes e ficaram à disposição da Justiça.

Fuga

Na semana passada, a Polícia Militar capturou, em Fernandópolis, o reeducando Alexandre Carlos da Silva, de 36 anos. Ele era procurado após ter fugido do Hospital de Base depois de ser internado para expelir porções de maconha. Ele também foi flagrado pelo scanner corporal do CPP.

A fuga de Alexandre virou investigação interna na Polícia Militar, que vai apurar como o caso ocorreu. O homem, que era escoltado por um soldado do Baep, conseguiu fugir da instituição caminhando e sem algemas.

Para a Polícia Civil, o PM responsável pela escolta teria dito que não havia desalgemado Alexandre.

Por Da Redação em 21/02/2021 10:22