Cidades

Homem tenta comprar carro anunciado na internet e tem prejuízo de quase R$ 50 mil

Veículo anunciado estava na cidade de Pouso Alegre, no estado de Minas Gerais

A vítima é um rapaz de 24 anos. Segundo o boletim de ocorrência, ele viu o anúncio de um Fiat Argo na internet e se interessou pelo veículo. Fez contato com o vendedor, que se identificou como Valdir, mas foi informado de que o carro já tinha sido vendido.

Valdir falou que assim que conseguisse outro veículo Fiat Argo, faria contato, porém pediu uma porcentagem no negócio para intermediar, o que foi aceito pela vítima.

Ontem (22), por volta das 13 horas, Valdir avisou a vítima que tinha encontrado um carro em Pouso Alegre, cidade que fica em Minas Gerais. Ele disse que já tinha feito o primeiro contato com o vendedor, e falou que passaria o contato do vendedor para ele e também o contato dele para o vendedor.

Um número com DDD 35 (região de Pouso Alegre), fez contato com a vítima, disse que se chamava Marcos e falou que Valdir tinha feito contato com ele, falando sobre o interesse no veículo.

Eles negociaram e como a vítima não poderia ir até Pouso Alegre, um amigo foi até lá para ver o veículo. Sempre em contato com Marcos, a vítima foi orientando o amigo aonde ele deveria ir e com quem deveria falar.

Lá, o amigo fez contato com Jackson, que é dono de um lava jato, onde o carro estava. Ele deu uma volta no carro e deu parecer favorável para a compra do veículo.

A vítima fez dois TEDs (transferência bancária), sendo um no valor de R$ 15 mil e outra de R$ 34.300, totalizando R$ 49.300.

Logo em seguida, descobriu que tinha caído em um golpe, pois o verdadeiro dono do carro, que se chama Eduardo, disse que tinha deixado o veículo no lava jato e pediu que Jackson fizesse umas fotos para divulgar a venda. Jackson colocou o próprio telefone no anúncio. Ele recebeu ligação de Marcos, dizendo que a vítima estava com nome sujo, e por isso o amigo emprestaria o nome para a transferência do veículo.

O verdadeiro dono do carro esperou o dinheiro cair na conta. Como isso não aconteceu, não entregou o carro.

A vítima, moradora de Rio Preto, registrou o boletim de ocorrência como estelionato. O golpista não foi identificado. O prejuízo foi de R$ 49.300.

 

Por Fabrício Santana em 23/02/2021 08:40