Cidades

Laudo descarta crime em incêndio do Shopping Azul e caso é arquivado

De acordo com o último laudo pericial, a causa mais provável do incêndio foi uma pane elétrica ou um curto circuito na estrutura do prédio ou em equipamento

O Ministério Público Criminal decidiu arquivar o inquérito sobre o incêndio que destruiu o Shopping Azul em Rio Preto. Segundo o último laudo pericial, a causa mais provável do incêndio foi uma pane elétrica ou um curto circuito na estrutura do prédio ou em algum equipamento.

De acordo com a Polícia Civil, o laudo não conseguiu identificar o foco inicial das chamas. Sendo assim, a investigação concluiu que o incêndio foi culposo e ninguém foi indiciado pelo ocorrido.

O promotor do caso na esfera criminal, Rodolfo Strazzi, concordou com o arquivamento do caso e a investigação foi encerrada. Na área cível, o inquérito continua aberto, tendo o promotor Sérgio Clementino como responsável. Ele aguarda o relatório da Prefeitura com os prejuízos do patrimônio público e se o seguro vai cobrir os reparos.

O incêndio

No último dia 23 de janeiro, um incêndio de grandes proporções atingiu o piso superior da Rodoviária de Rio Preto e destruiu mais de 200 bancas populares do Shopping Azul. Desde então, diversas esferas do poder público municipal foram acionadas para prestar assistência aos comerciantes.

No dia 26 de janeiro, durante reunião com os permissionários e secretários, o prefeito Edinho Araújo propôs a realocação dos comerciantes para a praça Jornalista Leonardo Gomes, em frente ao Novo Terminal Urbano e próximo ao antigo local de funcionamento do Shopping Azul.

No dia 10 de fevereiro, após assembleia, os lojistas aceitaram a realocação para a Praça Jornalista Leonardo Gomes. O projeto foi apresentado para os representantes da categoria, ficando sob a responsabilidade da prefeitura a infraestrutura geral para o início das atividades, e a cargo dos comerciantes a estrutura de cada loja e o pagamento de despesas de água e luz.

O antigo prédio da Rodoviária já está com projeto concluído, aguardando avaliação da Caixa Econômica Federal. Após a análise do banco e aprovação será aberto processo licitatório. Já para o piso inferior, de acordo com a secretaria de Obras, será aberta licitação após conclusão das obras.

O Shopping Azul está funcionando na Praça Jornalista Leonardo Gomes.

 

Por Da Redação em 13/09/2021 16:08