Cidades

Projeto arrecada R$ 6 milhões para transformação da Favela da Vila Itália

Ao todo, 60 empresas contribuíram com ação social

O projeto Noroeste do Bem registrou R$6.000.833,00 em doações para o programa Favela 3D (Digna, Digital e Desenvolvida), que prevê uma transformação sistêmica da Favela da Vila Itália, agora rebatizada como Favela Marte, em Rio Preto, promovendo uma intervenção urbana, educacional, social, de segurança pública e de desenvolvimento econômico para interromper o ciclo de pobreza e a melhoria de qualidade de vida dos moradores.

A meta proposta pelo LIDE Noroeste Paulista de arrecadar R$ 6 milhões em doações foi batida com a contribuição de 60 empresas de diferentes portes e setores com atuação no Noroeste Paulista.

Além do valor, que será destinado para a o projeto de urbanização da favela, mais de uma tonelada de alimentos foi arrecadada e destinada ao Instituto As Valquírias, responsável pela distribuição aos moradores da favela e instituições que precisam de apoio.

“É uma felicidade tremenda atingir essa meta. Tivemos a contribuição dos jovens do LIDE Futuro, que se engajaram desde o começo, além de todas as empresas que se envolveram e vão fazer a diferença na vida de 240 famílias”, afirma Marcos Scaldelai, presidente do LIDE Noroeste Paulista.

"A arrecadação em filantropia do Noroeste Paulista aconteceu para o Favela 3D porque a proposta é inovadora. O mundo pede para que o terceiro setor se ajuste ao novo momento e o projeto é inovador porque ele não vai acabar com a favela. Na verdade, ele vai acabar com a pobreza da favela e permitir para que os talentos que lá existem possam brilhar. A Favela de pé  vale muito mais do que a favela deitada",  Amanda Oliveira, fundadora e CEO do Instituto As Valquírias, ONG que faz parte da Rede Gerando Falcões.

Criado pelo LIDE Noroeste Paulista, o projeto Noroeste do Bem foi iniciado no dia 15 de junho. O objetivo é contribuir com as 240 famílias que vivem em situação de vulnerabilidade social da Favela Marte.

Ao todo, 60 empesas, entre patrocinadores, apoiadores e outras doações, ajudaram o projeto atingir a marcar dos R$ 6 milhões. Além de fazer o bem e ajudar quem realmente precisa, os cinco maiores doadores serão premiados com uma mentoria em grupo com Elie Horn (Cyrela); o publicitário Nizan Guanaes; a empresária Rachel Maia; o técnico de voleibol do Sesc RJ/Flamengo e da seleção francesa, Bernardinho; e o economista e empresário Jorge Paulo Lemann.

Abrace uma Causa

A campanha “Abrace uma Causa”, criada pelo LIDE Noroeste Paulista, também em prol do projeto Favela 3D, já arrecadou R$ 1,2 mil. Qualquer pessoa física pode contribuir com doações a partir de R$ 50 para a reurbanização da Favela Marte.

Favela 3D

O Favela 3D é um projeto único, inovador e revolucionário que está reestruturando as favelas para promover uma transformação completa, focada na melhoria da qualidade de vida de seus moradores, por meio de da criação de soluções aos problemas que mais afetam as favelas. O projeto tem como foco sua mandala que conta com os seguintes pilares: moradia digna, acesso à saúde, direito à educação, cidadania e cultura de paz, primeira infância, autonomia da mulher, geração de renda e cultura, esporte e lazer.

A iniciativa une esforços da Rede Gerando Falcões, Instituto As Valquírias, Prefeitura Municipal de São José do Rio Preto, Governo do Estado de São Paulo, Agência Tellus, Accenture, LIDE Noroeste Paulista e iniciativa privada.

Consultores e especialistas de várias partes do Brasil estudam a melhor maneira de mudar a realidade dos moradores da Favela Marte. A ideia é fazer um modelo a ser replicado em várias outras favelas espalhadas pelo país.

Sobre a Gerando Falcões

A Gerando Falcões é um ecossistema de desenvolvimento social que atua em rede para acelerar o poder de impacto de líderes de favelas de todo país que possuem um sonho em comum: colocar a pobreza das favelas no museu. Seu foco são iniciativas transformadoras, capazes de gerar resultados de longo prazo. O projeto entrega serviços de educação, desenvolvimento econômico e cidadania e executa programas de transformação sistêmica em comunidades, como o Favela 3D.

Por Da Redação em 14/10/2021 15:53