Cidades

Região de Rio Preto apresenta redução de 21% no número de mortes de trânsito

Dados do Infosiga SP apontam queda de 19 óbitos em setembro de 2020 para 15 no mesmo período em 2021

De acordo com os novos dados do Infosiga SP, sistema do Governo do Estado gerenciado pelo programa Respeito à Vida e Detran.SP, a região administrativa de São José do Rio Preto registrou redução no número de mortes no trânsito no mês de setembro, em comparação ao mesmo período no ano anterior. Foram registrados 19 óbitos em setembro de 2020 e 15 em 2021, 21% a menos.

Na comparação das ocorrências fatais acumuladas entre janeiro e setembro também houve queda na região. Nos nove primeiros meses de 2020 foram constatados 184 óbitos, contra 161 no mesmo período em 2021, redução de 13%.

Região de Rio Preto

Na região administrativa de São José do Rio Preto, entre os modais os acidentes envolvendo ciclistas registraram queda de 59% no acumulado dos primeiros nove meses do ano em comparação ao mesmo período do ano passado, com 17 vítimas em 2020 e 7 em 2021. Entre os ocupantes de automóvel, a queda foi de 21%, com 77 registros em 2020 e 61 registros em 2021. Também houve redução nos óbitos de pedestres, passando de 21 em 2020 para 18 neste ano (-14%).

Estado de SP

O Estado de São Paulo teve queda de 13% no número de mortes no trânsito em setembro de 2021, na comparação com o mesmo período do ano passado. Em setembro de 2020 foram registrados 455 óbitos nas vias paulistas, contra 396 no mês passado.

No acumulado dos primeiros nove meses de 2021 foram contabilizados 3.593 óbitos por acidentes de trânsito, contra 3.576 entre janeiro e setembro do ano passado, um pequeno aumento de 0,5%. Com relação aos acidentes com vítimas, houve uma pequena redução de 0,2%, passando de 14.503 casos em setembro de 2020 para 14.475 em setembro de 2021.

“As fatalidades no trânsito vêm apresentando gradativa e contínua queda. Isso demonstra o acerto das ações do Programa Respeito à Vida na educação para o trânsito, mobilidade urbana e segurança viária. E gostaria também de valorizar o papel das prefeituras na adoção de ações que reduzem os acidentes”, destaca Neto Mascellani, diretor-presidente do Detran.SP.

Meios de transporte

Na comparação entre setembro de 2020 e de 2021, a maior redução de óbitos no trânsito no Estado de São Paulo foi referente aos acidentes envolvendo ciclistas, que caíram 37,5%, de 32 em 2020 para 20 em 2021. Também se verificou uma queda de 26,9% nas mortes de ocupantes de automóveis, que passaram de 119 no ano passado para 87 em 2021. Houve ainda uma redução significativa de 26,2% nas mortes de pedestres, que caíram de 84 em setembro do ano passado para 62 no mesmo período deste ano. O único modal que registrou aumento de mortes foi o de motocicletas: em 2020, foram 184 ocorrências, contra 197 em 2021, um acréscimo de 7,1%.

Velocidade no atendimento

A redução no tempo de atendimento às vítimas de acidentes pode reduzir a mortalidade em até 60%. Em rodovias, esse aspecto é ainda mais relevante, dado os tempos naturalmente dispendidos entre o deslocamento da equipe de resgate até o local do acidente e, em situações mais graves, dali para o hospital mais próximo. Os socorristas chamam esse período crítico de “A Hora de Ouro”, que é absolutamente relevante para as estatísticas de salvamentos de acidentes de trânsito.

 

Por Da Redação em 20/10/2021 12:00