Cidades

Rio Preto recebe kit Lego para alunos deficientes visuais

Parceria é inédita na cidade e vai contemplar alunos com alguma deficiência visual da rede municipal de Educação

Alunos da rede municipal de ensino de Rio Preto que possuem deficiência visual terão um recurso inovador para a alfabetização em Braille. Em uma parceria inédita com a Fundação Dorina Nowil para Cegos, a Prefeitura de Rio Preto, por meio da Secretaria de Educação, receberá kits do Lego Braille Briks, uma ferramenta inovadora que colabora no aprendizado dos alunos com deficiência.

Os famosos blocos de montagem da empresa norueguesa Lego foram adaptados e moldados com a mesma quantidade de pontos em relevo usados nas letras e números do alfabeto Braille.

Para garantir que a ferramenta seja inclusiva e que os professores, alunos e membros da família sem a deficiência também interajam, cada peça possui uma letra ou caractere impresso. Essa combinação traz abordagem totalmente nova e divertida para que crianças cegas e deficientes visuais se interessem em aprender Braille, permitindo desenvolver uma ampla gama de habilidades necessárias para prosperar e ter sucesso em um mundo dinâmico.

A parceria com a Prefeitura de Rio Preto é totalmente sem custos e tem duração de 12 meses, podendo ser prorrogada por igual período.

A formação dos professores teve início em outubro e nesta quarta-feira, dia 21, com a chegada dos kits, os 89 professores que participam da formação, tiveram a primeira aula prática.

Participam das aulas 39 professores do Núcleo de Aprendizado da Educação Especial e 50 professores regulares da rede municipal de ensino.

“Recebi no começo do ano uma ligação da presidente da Fundação Dorina Nowill, dona Ika Fleury, e fiz questão de recebermos em Rio Preto esses kits. Fico muito feliz de ver essa formação acontecendo. Estamos dando um passo muito importante na educação de nossas crianças e na inclusão de todos os alunos da educação especial”, afirmou o prefeito Edinho, em visita aos professores durante o curso de formação.

A secretária de Educação de Rio Preto Fabiana Zanquetta também esteve presente e parabenizou o trabalho realizado pela gerência de Educação Especial. “Essas práticas são muito importantes para potencializar a nossa rede. São poucos os municípios que têm acesso a esse material que é muito rico na alfabetização dos alunos cegos ou com baixa visão”, afirmou a secretária.

O kit LEGO® Braille Bricks é formado por:

  • 1 caixa de plástico transparente com 340 peças coloridas (5 cores). Cada peça representa uma letra, número ou símbolo matemático em Braille e a letra convencional correspondente. Os símbolos matemáticos estão na cor branca;
  • 1  separador de peças;
  • 3  pranchas para montar.

A utilização do material poderá variar de acordo com a criatividade do professor e do estudante, tendo em vista sempre o conhecimento dos símbolos, a formação de palavras e frases, a montagem de objetos e muitas outras atividades pedagógicas.

Além do tamanho adequado, os símbolos em Braille têm representação tátil, relevo perceptível e obedecem ao modelo original da cela Braille.

No site da Fundação Dorina Nowil para Cegos há informações sobre as possibilidades de utilização dos conjuntos: https://fundacaodorina.org.br/braille-bricks/como-usar/

SOBRE O LEGO BRAILE BRIKS

Sua origem data de 2016, quando a agência de publicidade Lew Lara/TBW criou e doou para a Fundação Dorina Nowill para Cegos o primeiro modelo do Braille Bricks, que consistia em peças semelhantes aos brinquedos LEGO® com o alfabeto Braille na sua parte superior.

Após muitos estudos e experimentos realizados pela fundação, o modelo original recebeu modificações com o objetivo de torná-lo mais preciso e mais inclusivo ao ser colocado o alfabeto em tinta nas peças. Chegando a esse novo modelo, a Fundação Dorina Nowill consegue, já no ano de 2017, que a Fundação LEGO realizasse uma pequena produção e a doação do kit LEGO Braille Bricks, para ser testado em um projeto piloto implantado em escolas públicas dos Estados de São Paulo e Bahia.

Durante esse longo e inédito estudo, a metodologia e a capacitação do projeto foram elaboradas pela Fundação Dorina Nowill, e contou com as importantes colaborações do Instituto Sul Matogrossense para Cegos Florisvaldo Vargas (ISMAC) e da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp).

Esse trabalho, que começou como uma excelente e inovadora ideia que não foi abandonada, depois de muita dedicação, negociações e conhecimentos acrescentados, finalmente foi concretizado. No ano de 2018, a Fundação LEGO entende a importância e a grandeza do projeto, assumindo o compromisso com o programa apresentado pela Fundação Dorina Nowill, concordando em produzir o brinquedo LEGO Braille Bricks.

O conceito LEGO Braille Bricks é uma metodologia baseada em brincar que ensina o Braille a crianças com deficiência visual com o intuito de alfabetizar brincando.

Cada peça no kit do LEGO Braille Bricks mantém seu formato original, mas diferentemente de uma peça comum de LEGO os relevos das peças são organizados para corresponder a números e letras do alfabeto Braille.

Por Da Redação em 20/10/2021 17:40