Cidades

Três pessoas caem no golpe do intermediário e juntas perdem mais de R$ 50 mil

Em um dos casos, um morador de Fernandópolis se deslocou até Rio Preto para comprar um carro, mas ficou só com o prejuízo

Um homem de 40 anos, morador de Fernandópolis, procurou a Central de Flagrantes de Rio Preto na tarde de ontem (22), pois foi vítima de estelionato.

O boletim de ocorrência diz que ele viu o anúncio de um carro na OLX por R$ 38.500 e se interessou pelo veículo. Ao fazer contato com o suposto vendedor, ele foi orientado a se dirigir até a cidade de Rio Preto para ver o veículo e fechar negócio.

A vítima se deslocou até Rio Preto e encontrou com o verdadeiro vendedor do carro, que tinha feito o anúncio por R$ 53.900. Ele viu o carro, gostou e decidiu fechar negócio.

O morador de Fernandópolis fez um depósito de R$ 20 mil para o intermediador. O verdadeiro dono do carro se recusou a entregar o veículo pois não tinha recebido o valor que seria repassado pelo intermediador. Só então comprador e vendedor perceberam que foram vítimas de um golpe.

O estelionatário não foi localizado e o comprador ficou no prejuízo de R$ 20 mil.

Mais vítimas

Um homem de 55 anos anunciou o carro na OLX por R$ 13.500. Um homem fez contato dizendo que se interessou pelo veículo. O golpista, segundo o boletim de ocorrência, disse ser dono de revenda de veículos e que compraria o carro para quitar uma dívida.

Um outro homem, morador de Catanduva, se interessou pelo carro e realizou a compra, pagando o valor de R$ 10 mil. Assim que realizou o depósito, comprador e vendedor foram até o cartório para a transferência do carro.

Ao vendedor verificou que o dinheiro não entrou na conta. Ele fez contato com o comprador que disse ter realizado o pagamento. O intermediário, que é o golpista, não foi localizado. O carro não foi devolvido.

Numa outra ocorrência, um motorista de 60 anos viu o anúncio de um caminhão por R$ 22 mil. Fez contato, se encontrou com o vendedor em um supermercado de Rio Preto, e decidiu fechar negócio. Porém, não conversou com o vendedor sobre valores.

Em seguida realizou dois depósitos, totalizando o valor de R$ 22 mil. Quando retornou para buscar o caminhão, o vendedor já não estava mais no local. O golpista também não foi identificado.

Por Da Redação em 23/10/2021 09:29