Cidades

Zoo de Rio Preto integra campanha nacional sobre atropelamento de animais

Dia Nacional de Urubuzar visa sensibilizar a sociedade sobre o impacto de rodovias e ferrovias na biodiversidade

O Zoológico Municipal, órgão da Secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo de Rio Preto, participa neste ano de uma campanha nacional de sensibilização sobre o registro de atropelamento de animais. A campanha leva o nome de Dia Nacional de Urubuzar (DNU) e é organizada pelo Sistema Urubu, uma plataforma tecnológica que coleta dados sobre esses atropelamentos.

O DNU será realizado de 13 a 15 de novembro e até lá as equipes parceiras realizam ações de conscientização sobre os acidentes envolvendo animais em estradas e ferrovias e também destacam a importância de fazer o registro dessas ocorrências. Até agora, o DNU já tem 187 equipes cadastradas em 22 Estados, incluindo representantes de universidades, ONGs e zoológicos. 

“A ação é importante por integrar a prudência no trânsito e a conservação da natureza. Além disso, através do monitoramento dessas ocorrências, é possível desenvolver medidas mitigatórias”, explica Guilherme Guerra Neto, veterinário do Zoológico Municipal.

Entre as ações para reduzir a ocorrência de atropelamento de animais está a criação de passagens de fauna: uma espécie de corredor que permite o deslocamento dos bichos da fauna local, cruzando estradas e ferrovias, sem o risco de acidentes com veículos. As informações são coletadas por voluntários por meio do aplicativo gratuito Urubu Mobile, que registra a localização da ocorrência no momento em que é feito o registro fotográfico pelo usuário. O atropelamento é a causa da morte de 475 milhões de animais silvestres a cada ano, segundo estimativa do Centro Brasileiro de Ecologia de Estradas.

O Zoológico Municipal é referência na conservação de espécies brasileiras, incluindo o atendimento a animais silvestres vítimas de ações humanas, como queimadas, atropelamentos e tráfico, resgatados pela Polícia Ambiental e Ibama. Eles recebem tratamento no zoo e, quando possível, são reintroduzidos na natureza. Grande parte do plantel da instituição é formada por animais recuperados.

Só neste ano, o zoológico recebeu 1020 resgatados. Em todo o ano de 2020, foram 1173 atendimentos deste tipo. 

A Prefeitura de Rio Preto desenvolve também um programa que visa diminuir e prevenir os atropelamentos e mortes de animais silvestres na área urbana do município. O Programa Municipal de Proteção à Fauna é uma ação integrada das Secretarias de Meio Ambiente e Urbanismo; Trânsito, Transporte e Segurança; e Serviços Gerais.

 

Por Da Redação em 14/10/2021 14:36