Arsenal de armas, munições e até fuzil são apreendidos em clínica da região

Dono do local tem 35 anos e estaria usando duas armas na cintura, se passando por policial, no Jardim Paraíso, em Rio Preto

O dono de uma clínica veterinária de Onda Verde foi preso por porte ilegal de arma de fogo após ser flagrado com duas pistolas na cintura, na manhã de ontem (21), no Jardim Paraíso, na Zona Norte de Rio Preto.

Segundo informações do boletim de ocorrência, a Polícia Militar foi chamada até o local porque, segundo uma denúncia, um homem estaria com duas armas na cintura e se passando por policial.

Quando viu a viatura, o suspeito ficou assustado. Com ele foram encontradas uma pistola Glock, calibre 40, com 9 munições intactas e outra pistola Sig Sauer, 9 milímetros, com 12 munições também intactas.

Ao ser indagado pelos policiais, ainda de acordo com o boletim de ocorrência, o suspeito disse que não era policial, que gostava muito de armas e que era um CAC (Colecionador, Atirador e Caçador), afirmando que tinha mais armamento dentro de seu escritório, onde tinha uma clínica veterinária, em Onda Verde.

Na clínica, os pms encontraram mais armas – um fuzil calibre 556, 2 pistolas calibre 380, uma espingarda calibre 12 e uma carabina calibre 22, além de diversas munições. Uma caixa de munições também foi encontrada no porta-luvas de um carro.

Ainda segundo o registro policial, o homem teria dito que estava passando registro das armas para seu nome, mas nada foi constatado pela polícia.

As armas foram apreendidas para perícia.

Ele ficou preso à disposição da Justiça e deve passar por audiência de custódia. 

 

Por Da Redação em 22/01/2022 11:53