Redes Sociais

Cidades

CDHU libera construção de moradias em cidades da região de Rio Preto

Os municípios que vão receber as casas populares são Mirassolândia, Parisi, Américo de Campos, Pontes Gestal e Adolfo

Publicado há

em

A Companhia de Desenvolvimento Habitacional Urbano (CDHU), com apoio da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp), aprovou a liberação de construção de moradias populares em cidades da região de Rio Preto. Os municípios que vão receber as casas são Mirassolândia, Parisi, Américo de Campos, Pontes Gestal e Adolfo. 

O deputado estadual Carlão Pignatari, presidente da Alesp, se reuniu com prefeitos e vereadores das cidades, em São Paulo, e junto com a CDHU confirmou as liberações das moradias.

“Em São Paulo, tenho trabalhado para realizar esse sonho de milhares de pessoas do nosso interior. Agora foi a vez de confirmar a liberação de casas populares junto à CDHU para as cidades de Mirassolândia, Parisi, Américo de Campos, Pontes Gestal e Adolfo. Pedidos feitos pelos prefeitos, vice-prefeitos e vereadores dos municípios e que serão atendidos pelo governo. Em breve, os convênios serão assinados e o sonho da casa própria vai se tornar realidade para muitas famílias dessas cidades”, disse Carlão.

Em Mirassolândia serão 60 moradias. A prefeitura já disponibilizou o terreno e a CDHU vai entrar com as construções, assim como em Parisi, que terão 30 casas. Em Américo de Campos serão 80 habitações, e em Pontes Gestal serão 116 unidades habitacionais. O número de moradias em Adolfo depende de definição da prefeitura, mas em breve será anunciado.

AS 10 MAIS LIDAS