Redes Sociais

Cidades

Motorista é preso em Talhado com arma de fogo e munições já utilizadas

Suspeito afirmou que objeto era para defesa pessoal

Publicado há

em

Divulgação/Ilustrativa

Caminhoneiro não pagou fiança e acabou mantido preso por porte ilegal de arma de fogo na noite desta sexta-feira (14) no distrito de Talhado, em Rio Preto. De acordo com informações do boletim de ocorrência, haviam cartuchos utilizados junto com o revólver localizado. O suspeito alegou que “era para defesa pessoal”.

Policiais militares declararam na Central de Flagrantes que foram acionados por volta de 23h por uma denúncia de que o motorista de um caminhão branco estava em Talhado com uma arma de fogo na cabine. Eles se deslocaram até o local e durante o caminho avistaram o veículo, que seguia em sentido contrário. Imediatamente realizaram a abordagem.

Em uma revista pessoal nada ilegal foi encontrado com o homem, identificado com 38 anos. Questionado se havia algo ilícito no interior do caminhão, em um primeiro momento, negou. Mas em seguida acabou confessando que tinha um revólver calibre 32 dentro da geladeira existente no veículo. Os policiais localizaram a arma no coldre, com quatro munições, das quais uma aparentava estar intacta e três ‘picotadas’.

O envolvido afirmou aos PMs “que adquiriu o objeto para defesa pessoal”. Em pesquisa, descobriu-se que o veículo não apresentava nenhuma restrição. O homem foi conduzido até a delegacia para prestar esclarecimentos. Após ouvir os depoimentos, o delegado de plantão determinou fiança de R$ 1,5 mil, que não foi paga até o final da apresentação da ocorrência.

Com isso, após os procedimentos de praxe, o caminhoneiro foi encaminhado para a carceragem da Divisão Especializada de Investigações Criminais (Deic) de Rio Preto, onde aguarda audiência de custódia.

AS MAIS LIDAS