Redes Sociais

Cidades

Agentes localizam aparelhos celulares em alojamentos do CPP

Envolvidos devem retornar ao sistema de prisão em regime fechado

Publicado há

em

Divulgação

Cinco reeducandos do Centro de Progressão Penitenciária ‘Dr. Javert de Andrade’ (CPP), de Rio Preto, foram flagrados com aparelhos de telefonia celular dentro da unidade prisional. Os casos ocorreram em datas diferentes. A Polícia Civil registro cinco boletins de ocorrência separados em relação ao mesmo tipo de crime nesta terça-feira (3). Os envolvidos (de 45, 25, 39, 48 e 22 anos) serão investigados e podem voltar ao sistema fechado.

Agentes penitenciários declararam na Central de Flagrantes que houve revistas de rotina sempre no início do período da manhã. O primeiro aparelho foi localizado no alojamento V camuflado no chão, tendo o homem de 45 anos assumindo a propriedade do objeto. O segundo (em local não exato não identificado), teve propriedade confirmada pelo rapaz de 25 anos.

O terceiro eletrônico estava com o homem de 39 anos na fila, aguardando pela passagem no scanner corporal. Ele o escondeu embaixo da carteira localizada na sala de revista um embrulho.

No caso da quarta peça, o comportamento não natural do reeducando de 48 anos anos denunciou o crime. Ele estava agachado no fundo do alojamento e, após a contagem, o agente se deslocou com uma equipe à cela e localizou o aparelho, sendo que o envolvido também confessou ser o proprietário, acabando em seguida na cela de detenção.

Por fim, o último aparelho também se encontrava camuflado no chão de um dos alojamentos e foi resgatado por agentes durante revista. Os reeducandos foram questionados sobre quem seria o responsável pelo telefone e o jovem de 22 anos espontaneamente assumiu a culpa.

Todos os celulares foram apreendidos, lacrados e apresentados na delegacia, para posteriormente serem periciados. As documentações terminaram encaminhadas ao distrito policial correspondente a área dos fatos, que vai proceder as investigações.

AS MAIS LIDAS