Redes Sociais

Cidades

Confusão por morte de cachorro acaba em facadas e enxadadas em Jaci

Um dos envolvidos se encontra em estado grave no Hospital de Base, em Rio Preto

Publicado há

em

Divulgação/Polícia Militar

Uma briga no bairro Viva Jaci, em Jaci nesta quinta-feira (12) acabou com uma vítima grave por esfaqueamento e outras duas leves. De acordo com informações da polícia, a confusão entre várias pessoas teve início devido a morte de um cachorro pinscher, causada pelo pit bull de um vizinho.

Policiais militares declararam na Central que foram acionados a comparecer ao local devido a tentativa de homicídio e que os envolvidos estavam armados com faca e uma enxada. No endereço, em contato com uma das vítimas, foram informados que “havia sido ferido por arma branca, ‘faca’ na região da lombar e na perna direita”, sendo que o homem indicou quem seria o autor dos golpes.

Ele seguiu o relato, alegando que “a briga foi motivada devido ao cachorro da raça pit bull, pertencente ao suspeito, escapou do interior da residência e pela via pública atacou um cão da raça pinscher, vindo a matá-lo”

O suspeito, em seguida, “apropriou-se de uma enxada e uma faca vindo a esfaquear o cão pit bull, sendo assim, iniciando desentendimento e agressões mútuas entre as partes. Ao ver o vizinho golpeá-lo com uma faca, um amigo dele, na tentativa de intervir, utilizou se também de uma faca, vindo a acertar o agressor dele pelas costas. A mãe do agressor também tentou acabar com a confusão, mas foi golpeada no braço esquerdo. Após isso, mãe e filho fugiram do local para direção que ele não conseguiu notar”.

Ambulância do município foi acionada para socorrer a vítima, encaminhada ao hospital de Jaci, sendo atendida e posteriormente liberada. Na unidade de saúde, agentes receberam informação que deu entrada para atendimento medico mãe e filho envolvidos na confusão.

O medico responsável relatou que “o estado de saúde de homem é grave e que ele seria encaminhado para ao Hospital de Base de Rio Preto. Já a mãe, seria medicada e permaneceria em observação medica”.

Diante dos fatos, foi dada voz de prisão em flagrante ao suspeito (amigo do dono do pit bull), sendo conduzido junto com o proprietário do pinscher até o plantão de policia civil de Mirassol.

Lá, o delegado determinou a confecção de boletim de ocorrência e posteriormente as partes foram liberadas. A Polícia Civil vai investigar o caso. Não há informações atualizadas sobre o cão pit bull. (Colaborou Bia Menegildo)

AS MAIS LIDAS