Redes Sociais

Cidades

Em Cedral, homem de 34 anos morre após ser baleado na madrugada de domingo

Polícia já instaurou inquérito para apurar as motivações do crime

Publicado há

em

Divulgação/Ilustrativa

A Polícia Civil instaurou inquérito para apurar o assassinato de um homem de 34 anos, ocorrido na madrugada deste domingo (12), por volta de 1h10, em Cedral. De acordo com informações das autoridades, o crime aconteceu no bairro Jardim Galante.

O homem foi alvo de tiros disparados pelo atual companheiro da ex-esposa, 40 anos, que fugiu após a ação criminosa. A vítima morreu ainda no local. Policiais militares declararam na delegacia que foram acionados e se deparam com a vítima caído no chão.

A ex-esposa estava próxima e informou à equipe “que se tratava de uma discussão entre o ex-marido e o atual namorado. Durante a discussão, o namorado pegou uma arma de fogo e efetuo diversos disparos na direção do antigo companheiro. Ela saiu do veiculo e foi tentar retirar a filha que estava no banco traseiro. Porém, o suspeito fugiu em alta velocidade com a criança no automóvel”.

Uma viatura do Samu compareceu e o médico responsável constou a morte da vítima. Ainda de acordo com agentes, a mulher passou informações erradas sobre o veículo e onde morava o suspeito. Ao lado de equipes do Baep e CGP2, militares conseguiram conversar com a mãe dela, que informou “que na verdade, ele reside em Rio Preto e que possui um HB-20 preto”.

O local do crime foi isolado e preservado até a chegada da perícia, que realizou as análises necessárias, veículo de empresa funerária. após a liberação, retirou o corpo, levado para exame necroscópico no IML.

No momento em que os policiais se preparavam para ir até a delegacia, apareceu uma amiga da mulher, que os informou “a criança ter passado o dia todo com ela, e que a amiga estava mentindo que a menina estava no interior do carro”.

Já na delegacia de Cedral, a testemunha mudou a versão, informando que “o namorado da amiga entrou em contato, pedindo para pegar a filha em Rio Preto. No local combinado, o suspeito chegou em uma moto, juntamente com a criança e uma moça. Após realizar a entrega da criança se dirigiu para uma direção que ela não sabe”.

O boletim de ocorrência foi elaborado com natureza de homicídio doloso por ‘motivo fútil’. Foi apreendido no local um aparelho celular. A reportagem da Gazeta de Rio Preto entrou em contato com a Polícia Civil de Cedral, que confirmou que “um inquérito já foi instaurado nesta segunda-feira para apurar as motivações do crime, mas o suspeito [até o fechamento deste texto] ainda não foi localizado”. (Com informações das polícias Civil e Militar)

  • * Matéria atualizada nesta segunda-feira, dia 13 de novembro, às 11h15

AS MAIS LIDAS