Redes Sociais

Cidades

Homem espanca companheira grávida de 18 semanas

Informações da Polícia Militar dão conta de que o feto “pode ter vindo a óbito”; suspeito está preso

Publicado há

em

Divulgação/Polícia Militar

Um homem foi preso em flagrante neste domingo (3) em Nova Granada após agredir e provocar lesões graves na esposa grávida em Nova Granada. De acordo com informações do boletim de ocorrência, o feto de 18 semanas pode ter morrido devido à gravidade dos ferimentos. A vítima foi internada e encaminhada para o Hospital de Base de Rio Preto.

Policiais militares declararam na delegacia que a equipe foi acionada para atendimento de ocorrência de violência doméstica e ao chegar, já se encontrava no local uma ambulância do Samu, que realizava os primeiros atendimentos a mulher, que acabou sofrendo diversas fraturas pelo corpo.

Na residência estava o companheiro dela, que, indagado, informou “que estava embriagado e começou a discutir com a mulher, perdeu a cabeça e a agrediu, mas não se recordava de muita coisa”.

A jovem foi socorrida para a Santa Casa de Nova Granada, porém, devido a gravidade dos ferimentos, precisou de transferência imediata para o Hospital de Base de Rio Preto. Segundo os médicos, “possivelmente com as diversas agressões, o feto tenha vindo a óbito”.

A vítima apresentava ferimentos profundos no supercílio, boca e face, bem como diversos hematomas próximo as costelas. Foi constatado também pelo médico responsável que ela estava com braço direito, perna esquerda e quadril quebrados.

Além das agressões, agentes notaram na residência diversos móveis quebrados, sendo informado pela vítima “que o companheiro os quebrou”. Diante do exposto, ele recebeu voz de prisão em flagrante e foi levado para a delegacia, onde compareceu ainda uma testemunha dos fatos.

A mulher, vizinha do casal, afirmou que “ouviu a briga e presenciou algumas das agressões, correu para ajudar, momento em que o agressor disse que ‘havia agredido a amásia'”. Ao tomar ciência dos fatos, o delegado de plantão ratificou a voz de prisão em flagrante, recolhendo o homem à carceragem local, onde permanece a disposição da Justiça, sem direito à fiança. (Colaborou Bia Menegildo)

AS MAIS LIDAS